Ele Fica o Dia Todo Deitado Em Você

É tanta gente passando por aqui, acabo me perdendo no meio dessa galera toda.
Mas sábado é assim mesmo, shopping lotado, cinema bombando e lojas nem sempre cheias. O povo vem pra socializar, eventualmente ser visto né. Uns amam comprar uma casquinha, já outros só aparecem pra dar uma volta mesmo.

E eu estou aqui te esperando, atrasada como sempre. Depois vai reclamar quando eu quiser ir embora: “Nossa, mas já!” Ora, claro que já, você sempre demora mil anos pra chegar. Mas ok, tô esperando.

Tem tanta loja nesse shopping, mas é engraçado, 90% delas eu não compraria NADA, nem pra presentear alguém. Sei lá, é tudo muito estranho além de muito caro. Eu sou básico de mais pra esse “glamour” todo aqui. Nego desesperado em comprar algo “dahora” pra sair sábado a noite. Daí compra e parcela em 1.000 vezes dando o rim como garantia, sei lá. Prefiro marcar uma festa do pijama em casa com todo mundo que eu gosto. Minha mãe não prefere tanto assim. Enfim.

Ah lá, lá vem ela.
Sempre sem pressa. Talvez pelo fato de geralmente esquecer de colocar o relógio.
Gostei da roupa que escolheu.
Vem lentamente, já me viu de longe e por isso faz questão de parar numa vitrine antes de chegar até mim. Coloca a mão na cintura, olha pro lado e dá uma risadinha. Joga a franja pra cima como se penteasse os cabelos, em vão, a franja sempre volta. E é aí onde mora o charme. A repetição desse movimento faz com que o cabelo desenhe o rosto e torne o sorriso um mistério. Ainda na vitrine, se agacha como se procurasse o preço. O vendedor metido a bonitão sai pra te atender. Você o despista com encantadora inteligência e grande zelo à própria e à vida do vendedor, sabendo que eu estava te observando.

E vem.
Se aproxima devagar, mais movimentos jogando a franja pra nuca com as mãos.

“Oi, hihi!”

Chega e eu te estranho.
Você estava diferente. Mais linda que ontem.

“Oi!”

Smack.

“Tudo bem? Ihh, que foi, o que você ta olhando?”

Eu não respondo e te observo.
Esse tênis surradinho eu conheço bem, a calça é aquela cara que ainda está pagando, a blusinha cor salmão eu adoro, tem também a bolsinha de lado que já se tornou clássica, Nada de muito diferente, a não ser…

“É esse danado que mudou tudo!” revelo!

“Do que você tá falando? Tá doido?”

Esse cachecol. É novo né? Nunca te vi com ele! E nossa, ficou lindo, mas eu já o odeio.

“Ahhhh, que susto! HAHA, é, então, é novo sim, minha mãe que me deu! Que bom que gostou, mas como assim odeia? Você é loouco!”

Odeio sim, ele te faz ficar mais linda e você ainda fica desfilando toda pomposa por aí.
Já tenho ciúmes dele.
Especialmente porque ele fica o dia todo deitado em você.

Vamos, quero comprar um pra mim também.

 

Clique em “Início” e CURTA a página do Um Travesseiro Para Dois no Facebook!

Anúncios

Uma resposta em “Ele Fica o Dia Todo Deitado Em Você

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s