Enquanto Isso, Vou Curtindo Seus Posts

Não pensei que fosse viver algo assim tão rápido.
Não fiz planos, mas também não me evitei, aliás, deixei viver, e então quando eu mais pensei estar vivendo uma fase nova totalmente tranquila comigo mesmo, você…
Acho que nem que eu tivesse o poder de controlar o que eu sinto, tipo “Tá, agora eu vou gostar daquela pessoa”, “Agora eu não quero mais saber dela”, eu conseguiria aplicar isso a você.
Você se tornou imune a qualquer tentativa de distanciamento por minha parte. E o pior, não é questão de presença física, você gostou da ideia de morar nos meus pensamentos durante todo o meu dia, todos os dias.
Eu ainda não te conheço direito, na verdade não conheço nada muito além do teu nome e das músicas que gosta – vi no facebook, mas se eu pudesse fazer um pedido agora seria o de morar na mesma que rua que você, só pra poder ficar mais perto e poder te observar, até que eu tivesse coragem de dizer algumas coisas que tenho pensado sobre nós. Isso, NÓS. Já tenho pensado algumas coisas sobre nós. Mas isso é segredo meu.

É engraçado quando a gente gosta de alguém que a gente nem conhece.

Você é uma pessoa completamente desconhecida em minha vida, não sabe do que eu gosto de falar, de comer, de fazer nas horas vagas, onde gosto de ir e tudo que eu não gosto também, enfim, você não me conhece, mas eu nunca antes na minha vida quis tanto ter uma oportunidade de falar de mim pra alguém como eu quero com você. E claro, eu também não te conheço em tudo isso, só reparei pelas fotos do facebook que gosta muito de regatinhas básicas, óculos escuro e cores de esmalte. Vi também que gosta daquele filme da saga do vampiro do amor lá, esqueci o nome, enfim, sei poucas e rasas coisas sobre você.

Mas isso me excita.
O fato de eu não te conhecer só aumenta minha vontade de te conhecer.

É uma excitação pelo novo, pelas experiências que pode me repassar, pelas histórias que tem pra contar, pelo teu modo de ver a vida, gosto disso. O novo me faz bem.
Eu queria poder controlar a intensidade com que penso em você, porque isso não tem me feito tão bem.

Eu já sinto tanta saudade de você, mesmo sem saber quem é você.

É que eu sonho muito também, sabe?
Já imaginei mil histórias pra gente, que bobo! Sei lá, já meio que me preparei pra gostar daqueles seriados americanos que você parece tanto gostar e que eu nunca tive saco pra assistir. Já até pensei comigo: “espero que ela não se incomode muito com o fato de eu gostar tanto de usar azul, meu quarto é azul, todos os detalhes, adoro azul”.

Não te conheço, mas já te imaginei no meu quarto.

Pensei comigo também que seria capaz até de abrir mão da manteiga na pipoca do cinema, caso você não goste.

Eu chamo isso tudo de precipitação de cumplicidade. Acho que é positivo. Estou pronto pra viver coisas novas e de antemão eu já penso no que eu posso oferecer pra alguém novo, penso no que eu posso abrir mão, no que eu posso viver.

Mesmo sem você saber eu já penso no que eu posso viver com você.

Eu penso também que gostaria de pensar menos e fazer mais.
Mas isso é questão de tempo, até me aproximar mais de você, até rolar a remota a possibilidade de acontecer algo.
Enquanto isso, vou me fazendo presente na sua vida curtindo seus posts.

Anúncios

10 respostas em “Enquanto Isso, Vou Curtindo Seus Posts

  1. Mais um super texto. Lindo!

    Parabéns.. cara tem que ter muita inspiração, as vezes é difícil acreditar que essas histórias não sejam vivenciadas por você, para as mulheres é sempre mais fácil se por no lugar , se fantasiar em histórias que não são suas.. sejam elas tristes, ou felizes..Agora um homem de tamanha compreensão com os sentimentos humanos, e que se deixa inspirar desta forma, é meio surreal mesmo..rss! Mas continue assim.

    • Oi Cris!
      É, eu concordo! Mas no fim somos todos humanos todos iguais, não é mesmo? Acontece que alguns não veem problema em demonstrar sensiblidade com os sentimentos, já outros, fingem não sentir. Eu gosto de falar sobre sentimentos, todos que existem, pra mim é uma felicidade não é uma tortura.
      Sou o primeiro a me colocar no lugar das pessoas para entender o que ela tem vivido. Acho o mínimo =)

      Novamente, obrigado pelo carinho, beijão!

  2. Eu acho impressionante como seus posts refletem os meus pensamentos e situações da minha vida. Como isso é possível??! Essa é a prova de que nunca seremos os primeiros nem os últimos a vivênciar determinada situação. Me conforta saber que não sou a única louca que se apaixona por pessoas deconhecidas! hahahaha….. Já falei antes, mas falo novamente, seus posts são totalmente demais!!

  3. Oi Marcio, descobri vc no blog do casal sem vergonha, adorei seus post, e este em especial pq e um momento que estou passando, parabéns, ganhou mais uma leitora, bjs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s