Continuando Assim, É Uma Fatia A Menos Do Bolo

Quanto mais você tenta me controlar, mais eu quero fazer minhas coisas sem você. Não sei como não percebe isso.
Me desculpa, mas o que você tem só pode ser algum tipo de doença pra ter tanto medo assim de eu fazer alguma coisa e te deixar pra trás, te desrespeitar, sei lá, em outras palavras, tanto medo que eu te traia ou algo do tipo.
Você não pode me ver falando com alguém pela internet, respondendo algum comentário, que já me liga pra saber quem é a pessoa, de onde eu conheço e porque estou falando com ela, isso irrita muito.
Quando estamos andando pelas ruas e eu me distraio um segundo olhando pra algum lado, você já me belisca irritada pra saber pra onde eu estava olhando. Não posso nem cumprimentar uma amiga ou dizer “Obrigado” sorrindo pra moça da lanchonete.

Eu não aguento mais isso.

Depois que começamos a nossa história você não me deu mais o direito de fazer amizades com meninas. Todas que eu conheço automaticamente já são suas inimigas. Tento entender o porque disso, sei lá, parece que você age assim por sei lá, me invejar, só porque você não consegue fazer amizades com tanta facilidade e já conversamos tanto sobre isso, sobre o teu comportamento e concordamos onde deveria mudar nisso.
Me desculpa falar dessa maneira, mas é o que parece as vezes, não sei, estou tentando entender.

Eu só queria ter de volta aquela que me encantei no primeiro “oi” e não aquela que me pune quando eu retribuo outros “oi”.

Você acha mesmo que eu sou assim de ficar puxando assunto com outras garotas? Para de me comparar com teu passado, não tenho culpa se te fizeram sofrer tanto por isso, se você só se relacionou com pessoas que não se importavam com você, que te desrespeitavam, enfim, eu só quero que você se lembre que eu não sou igual aos outros.

Eu não preciso procurar nada em outro alguém se tudo que eu sempre quis encontrei em você.

Por favor, para com esse ciúmes doentio. Me sinto sufocado, preso, controlado e isso pra nós não faz nada bem. Não digo isso pelo risco de eu querer sair aprontando mil e umas por aí, mas sim porque tudo que eu sinto por você vai acabar se desgastando, e penso que a gente tem que se preocupar mais em estabelecer nossa história de uma vez por todas ao invés de transformar em ruínas.

Eu também quero que você conheça novas pessoas e faça novas amizades. Você é inteligente, super animada e muito carismática, não tem como não se apaixonar pelo teu jeito e não querer conversar que seja 5 minutos com você, mas você precisa usar isso a seu favor.
É claro que eu vou sentir um ciuminho ao te ver falando com outro garoto, mas pretendo analisar com calma a situação, e se caso eu não gostar, vou falar com você numa boa e te apontar o que eu não entendi/gostei.

A gente conversa, a gente se entende.

Eu nunca vou largar meus amigos. Você tem o direito de não concordar com isso, mas essa é a minha verdade e se isso gritar entre nós a gente pode parar aqui e conversar sobre tudo que ainda vale a pena. Talvez você ainda não vê como eu vejo, talvez eu até esteja errado, mas antes de qualquer coisa eu gostaria que se colocasse em meu lugar e mais que isso, que me ouvisse, especialmente quando eu digo que não brinquei quando te disse pela primeira vez o “eu amo você e quero viver nossa história até onde a gente achar que devemos, superando todos os problemas e sobretudo tendo consciência que a gente é quem vai determinar o nosso ‘pra sempre'”.

Para de ver as outras meninas como uma ameaça pra nós, ou pra você, e vem junto comigo, vamos consolidando nossa história a cada dia, cada um fazendo sua parte, com muito respeito e acima de tudo com muito sentimento, aquele sentimento que cultivamos desde o “Aceito”. Fica tranquila e por favor coloca na tua cabeça, eu não sou igual aos outros, não busco outras pessoas, eu só conheço elas.
Penso que as coisas acontecem se a gente der abertura pra isso, e eu não faço nada além de responder os comentários direcionados a mim, posso até mudar meu jeito de responder pra te deixar mais confortável, mas eu não posso mudar o lugar pra ondo olho nas ruas, por exemplo, entende?

Eu só amo uma voz dizendo meu nome: a sua, as outras, eu considero.

ATENÇÃO PESSOAL DE SÃO PAULO: http://twitpic.com/735eoy – Vamos?

Anúncios

3 respostas em “Continuando Assim, É Uma Fatia A Menos Do Bolo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s