Mesmo Querendo Que Você Morra, Eu Te Entendo

Nunca me segurei na esperança, mas é claro que eu sempre fui fã dela.
Sempre pensei estar fazendo tudo direitinho.
Não sei se percebeu, mas eu parei de te chamar no MSN pra falar sobre qualquer assunto, parei de te mandar mensagens de “bom dia”, parei de curtir teus posts.

Eu me afastei pra você se aproximar.

E você não sabe da história a metade.
Eu fiz muito, mas muito esforço pra poder me segurar e não te ligar só pra saber como você estava. Pedi aos meus amigos que o teu nome não fosse mais citado em qualquer conversa que eu estivesse presente, pedi também que não te marcassem mais nas fotos  dos encontros que tivessem com você.
Tudo isso, e muito mais, eu fiz por você, pra me preservar e pra te respeitar.
Você disse que eu te sufocava demais, que eu não te deixava pensar no que queria da vida, que sendo presente como eu estava sendo eu só ia piorar tudo e acabar dando fim a algo que nem tinha começado ainda. E tudo que eu mais queria era que começássemos alguma história.

Mas você me disse coisas que doeram mais que qualquer soco.

E eu não tenho culpa, que droga!
E aliás, você sim tem um pouco de culpa. Porque diabos falava comigo de um jeito que me fazia pensar x mas no fim queria dizer y? Porque comentava de lugares que foi sabendo que esses lugares são justamente os que eu mais gosto de ir? Você também nunca facilitou nada pra que eu pudesse te facilitar. E do contrário de você, preferi usar a sinceridade e se exagerei em algum momento, prefiro errar pela dedicação do que pela falta dela.

E mesmo com a minha distância toda, você nunca conseguiu ver as coisas de uma forma especial. É triste, mas eu posso concluir que durante muito tempo eu gostei de você, em silêncio, te respeitando, te vendo sair e você nunca quis saber se eu ainda tinha vida.

E agora essa.
Me fez te esperar, me fez desenhar dias pra nós dois, me fez acreditar numa idiota de uma esperança de que acontecesse algo com a gente, me iludiu.

Voltou pra tua ex.

Eu não sei como você teve coragem de fazer isso comigo enquanto tudo o que eu fazia era te esperar.
Mas tudo bem. Já faz um tempo que eu vivo as coisas pelo que eu sinto e não pelo que eu sou. Dessa maneira, até consigo me blindar. Mas só ás vezes funciona.
Mesmo depois de tudo isso que me fez passar, eu me coloco no teu lugar e entendo que essa vadia garota deve ter algo muito especial pra você gostar tanto dela assim pra que voltassem.

Enquanto eu te esperava pra mim, você vivia pra outra. Mas tudo bem.

Meu sentimento não morre aqui. Vou guardar pra quando encontrar outro que o mereça. De repente pode ser até você lá na frente…
E sinceramente, que você seja feliz com ela, mas eu preciso dizer uma coisa:

Ninguém nunca vai gostar mais de você do que eu. Talvez nem você mesmo.

Mas isso a vida vai te provar e te ensinar, assim como me ensinou agora.

Anúncios

6 respostas em “Mesmo Querendo Que Você Morra, Eu Te Entendo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s