Não Vai Doer Se Der Teu Braço A Torcer

Pior do que não ser feliz é não querer ser.
Você tem um jeito tão seu de fingir que está tudo bem. Mas, me desculpe, felizmente, ou infelizmente, eu te conheço e a mim você não engana.

Não mais.

Eu cansei de atravessar noites com você no telefone falando sobre os mais variados assuntos, só pra te manter animada, só pra te mostrar mais motivos pra acordar bem no dia seguinte. E você, ah você, você parecia ouvir tudo que eu falava por um ouvido e tirar pelo outro, e ainda por cima, quando acordava já encontrava mil novos motivos pra reclamar da vida, e claro, de mim.

Já parou pra pensar que você conhece mais os meus defeitos que as minhas qualidades?

Às vezes eu tenho pena de você se achar a pessoa mais certa de tudo. Você é a mais forte, a mais inteligente, a que não chora, a que não erra, a que não ama.

O teu orgulho é tão grande que você não admite o amor.

Isso tudo vai além de uma possível preservação particular sua, algo naquele sentido “já sofri antes, não quero passar por isso outra vez, então eu me preservo”, você simplesmente não admite pra si mesma as novidades e surpresas vida.

Você é uma pessoa tão orgulhosa que parece não gostar de viver.

E não é que eu estou só te criticando, é que eu não aguento esse seu jeito e pior, já conversamos sobre isso mais de mil vezes.
Quantas vezes a gente já brigou e em todas eu tive que correr atrás de você pra gente ficar bem. Você não mexe um dedo! Caramba, eu não tenho problema em reconhecer meu erro.
Pior do que brigar é não facilitar pra ficar bem. Não tem que ter medo, eu nunca vou jogar na sua cara que reconheceu que errou e veio se desculpar, não, eu vou te amar mais por ver tanta humildade em você.

Eu não vejo problema em não ter razão se for pra briga acabar e você voltar logo pra mim.

Eu não quero viver uma disputa sobre quantas vezes cada um erra. Eu não quero saber se eu estou sempre errado, ou se mesmo quando estou certo você discorda. Eu só quero saber que a gente vai ficar bem. E isso não significa que vou engolir algum sapo seu, da mesma maneira que espero que pense o mesmo com relação a mim.

A gente se gosta tanto e isso deveria bastar.

O tempo que a gente passa discutindo por coisas tão pequenas, seria melhor aproveitado fazendo qualquer outra coisa que tanto gostamos. Brigadeiro de panela é um exemplo feliz.

Poxa, que merda, eu te amo e isso não faz diferença pra você?

Que saco! Eu só não aguento mais esse seu orgulho idiota! Essa sua marra de sempre ter razão, droga, você também erra, sabia? Mas isso não é pecado, isso não te faz “menor” em relação a mim ou a qualquer pessoa, pelo contrário, isso é admitir que você é ser humano, pois da mesma forma que erra, você acerta de um jeito lindo.

Eu queria de volta aquela pessoa que me pedia desculpas quando subia o tom de voz.

E por favor, coloca na sua cabeça, não estou pedindo que se humilhe pra mim, estou pedindo que entenda a nós, se não quiser me entender, ok, mas entenda a nós, entenda o desperdício da nossa vida debatendo assuntos que não vão chegar a lugar nenhum.
Eu só queria ouvir uma coisa de você:

“Eu errei.”

E você pode ter certeza que quando o dia que eu ouvir isso chegar, vou ser a pessoa mais feliz desse mundo, vai ser quando vou me sentir completo, quando vou concordar que vivemos o “pra sempre”.
Se não for fácil pra você reconhecer um erro, eu entendo, mas me diga, a gente aprende juntos.
Manda esse orgulho embora, não por mim, mas por você, pelas pessoas que gostam de você, e que já conhecendo sua beleza física, merecem conhecer a sua beleza humana.
Mais do que ninguém, eu sei do teu valor, sei o quanto é uma pessoa boa e deseja o bem pra todas, é que tem horas que você esquece isso de si mesma.

Eu sempre preciso te lembrar de quem você é.

É que eu sinto amor e não vejo problema em reconhecer isso na sua cara, por mais brega que possa parecer.
E sabe o que é o pior de tudo?
Você também sente. E sabe disso.

E de novo, eu preciso te lembrar de quem é você.
Dar o braço a torcer é o tipo de dor que não dói.
Acredite em mim.
Ou se preferir, acredite na gente.

 

Anúncios

5 respostas em “Não Vai Doer Se Der Teu Braço A Torcer

  1. Muito foda o texto. =)
    Vou ser chata agora. Aproveitando o tema do texto, pra te pedir um conselho.
    É que semana passada briguei com o cara que eu gosto. Eu nunca namorei ele, a gente é só amigo, mas ele ficou furioso ao ver que eu tava falando sobre ele com a ex dele. Ele sempre soube que eu sou apaixonada por ele. Mas às vezes acho que ele duvida do meu sentimento. Aí ele mandou eu esqueço, “soltou os cachorros” em mim. Aí, de cabeça quente, respondi pra ele coisas que magoaram ele demais. Tipo, fui no ponto fraco dele. Não, que ele não merecesse ouvir, mas não queria magoá-lo. Essa é a última coisa que eu queria na vida. Enfim, queria pedir desculpa pra ele, tentar ficar de bem de novo, mas meu orgulho, e mais medo, medo da resposta dele, não deixam eu fazer isso. Queria saber se tu acha que eu devo procurá-lo ? Desculpa te alugar. Mas é que tu me parece ser um cara tão sábio e bom conselheiro, aí achei que poderia pedir a tua opinião.
    Amo teu blog! =)
    Boa semana!
    Bjo

      • Li o post e amei. *–*
        Enfim, corri atrás. Não tive muito sucesso, mas não perco a esperança. Talvez o tempo clareie mais as coisas e, principalmente a cabeça e o sentimento dele.
        Pelo menos fico em paz comigo mesmo. Sei que fiz tudo o que eu poderia fazer.
        E obrigada por me “ouvir”. =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s