Coloco A Minha Mão No Fogo Por Nós

Por que você tenta tanto me esquecer?
Se nunca deu pra responder todas as outras perguntas que eu já te fiz, dá pra responder pelo menos essa?
Eu queria muito saber se eu te faço algum tipo de mal, se quando eu te ligo ou te mando mensagem, ou mesmo quando eu te chamo pra conversar na internet, estou te irritando. Às vezes tenho impressão que eu acabo com o seu dia quando vou falar com você. E sabe um de uma coisa, isso me machuca muito e você nem faz ideia do quanto.
Fico sabendo de histórias suas, através de amigos em comum, que eu até me assusto. São histórias de quando você sai pra balada, o quanto bebe e como fica depois de beber, das coisas que diz e faz.

Fico sabendo dos beijos-sem-nome que você vive pela noite.
E logo você que era tão fã quanto eu do abraço de “Estou aqui”…

E o pior de tudo isso é a raiva que eu sinto de mim mesmo, porque nem que eu me esforçasse muito eu não conseguiria parar de gostar de você, não consigo parar de sentir sua falta e até das nossas brigas eu sinto saudades.
Tem horas na vida que a gente precisa dar um tempo nas coisas, pra gente poder respirar, acalmar a cabeça e equilibrar o que estamos fazendo e esse nosso tempo longe me fez pensar em tanta coisa que eu fiz ou que deveria ter feito. São coisas que eu não me arrependo, mas hoje, com certeza, eu faria tudo diferente.

É que eu sinto amor.

E fico triste em te ver desse jeito fingindo sentimentos. Me deixa mal ver a tua felicidade que dura enquanto durar a bebida. Eu sei como você é, sei do que gosta de fazer e do que realmente te traz felicidade e te faz sentir alguém melhor, mas me parece que você esqueceu disso.

É claro que eu poderia encarar isso de outra maneira, lavar minhas mãos, começar a dar valor a novas pessoas que dão pra mim, tem tanta gente legal nesse mundo com vontade de viver sonhos iguais aos meus, mas, quem disse que eu consigo isso?

É do teu “vai passar” que eu preciso.
Pelo menos eu ainda não me convenci que outro também me ajudaria.

Falo isso por mim, da mesma maneira que por você, que reconhece mesmo sem ser publicamente, que é da minha forma de te fazer sorrir que você precisa.
Mas por favor, não pense que eu acho que te conheço 100%, que você se tornou previsível ou que já conheço todos os seus caminhos, não é isso. Claro que eu te conheço até que bastante, mas ninguém nunca pode falar que conhece outra pessoa 100%, pois vivemos de fases, e de uma hora pra outra, podemos enlouquecer – e temos esse direito! – e vivermos uma fase que ninguém imaginaria que viveríamos, ou seja, aquele discurso do “te conheço muito bem” cai por terra diante das surpresas da vida.

Nunca conhecemos alguém 100%, a gente aprende a conviver e a respeitar as surpresas na vida desse alguém.

O que acontece com a gente é que temos uma sintonia surrealmente grande. Quando me dava vontade de trocar o canal da TV, você também tinha pensado nisso, quando eu não achava graça da peça de Teatro, você também não achava. Automaticamente, aprendemos a unir nossas opiniões e torná-las uma só. E eu você havíamos nos tornado um só perante a vida.

Mas você tenta me esquecer dia após dia.

Eu fico em silêncio só observando de longe, te respondendo com carinho quando me diz “oi”, mas com vontade de te falar que meu amor só aumentou. Como se isso fosse o bastante…

Sei lá, a história não tem fim
Nossa história é o tipo de livro que não quero saber como termina. Acontece que hoje você está lendo uma página e eu outra.
Mas a gente se encontra.
Sabemos disso.

Anúncios

6 respostas em “Coloco A Minha Mão No Fogo Por Nós

  1. Perfeito! Que texto lindo Márcio!
    “É que eu sinto amor.”
    “Eu fico em silêncio só observando de longe, te respondendo com carinho quando me diz “oi”, mas com vontade de te falar que meu amor só aumentou.”
    Putz! Quase chorei…
    Bju!

  2. “E o pior de tudo isso é a raiva que eu sinto de mim mesmo, porque nem que eu me esforçasse muito eu não conseguiria parar de gostar de você, não consigo parar de sentir sua falta e até das nossas brigas eu sinto saudades.”
    SUPER me identifiquei com esse trecho.
    Parabéns pelo texto, Márcio! Aliás, parabéns pelo blog que é lindo! *—-*
    Viajo lendo. Me faz tão bem! *–*

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s