Ou Eu Poderia Fingir Tudo

A gente poderia combinar assim né: Que você de uma vez por todas saísse da minha vida e parasse de morar em cada passo meu, em cada pensamento e em cada palavra que eu digo, ou que pelo menos eu conseguisse me afastar de você.
Eu juro que não é por falta de tentar, já até cansei de tentar te isolar de tudo, mas eu sou covarde demais pra admitir que por mais que eu consiga mandar no meu cérebro, é o meu coração que manda e ele nunca me obedece.

É que também faz tanto tempo que eu não te vejo que até pensei estar conseguindo te deixar de lado. A tua ausência já estava me fazendo bem, pois eu não tinha mais a sua voz por perto, sua mensagem de ‘tudo bem?’ e até mesmo na sua rua eu nunca mais tinha passado. Tudo corria bem até eu encontrar uma primeira lembrança sua. Foi um dia desses, andando pela rua, quando ouvi chamarem o seu nome, olhei pra trás, não era você é claro, era outra pessoa com o mesmo nome. Mas isso foi o bastante.

Ouvir o teu nome foi o bastante pra me fazer parar, pensar e lembrar de tudo. De novo e de novo. É uma merda porque parece que a vida às vezes brinca comigo quando me faz acreditar que o teu capítulo já é passado.

Eu só queria resolver tudo, só queria que tudo acabasse bem. Você aqui comigo ou no inferno.

Já nem mais luto pra que a gente continue escrevendo a nossa história, agora se tornou uma questão de atravessar os dias, eu quero voltar a viver, quero voltar a ser quem eu era antes de você aparecer na minha vida, quero voltar a gostar das coisas que já gostei, eu quero EU mesmo de volta.
O problema é que eu esqueci de como eu era depois que te conheci. Você, feliz ou infelizmente, hoje já nem sei bem, me mostrou um lado de aproveitar a vida que eu nunca tinha conhecido. Aí eu acabei me viciando no nosso jeito de viver, de achar graça de tudo. Acabei me viciando em querer nossos dias de novo, em querer te ver outra vez só pra saber o que iríamos fazer.

Por mais que fizéssemos as mesmas coisas todos os dias, eu sempre sentia um amor diferente.

É bem isso aí então. Não tem nada que eu possa fazer pra resolver isso tudo. Vou me aliar ao tempo e deixar nas mãos dele.
Mas bem que, no fundo, a gente poderia combinar assim né: Que a gente converse, que finalmente a gente concorde que a questão aqui é maior do que podemos imaginar, que queremos renovar e reviver todos os dias de Sol e chuva, ou melhor, que queremos viver novos dias de sorrisos e lágrimas, ou que pelo menos que a gente converse pra chegarmos a conclusão de que tudo foi um sonho.

Eu só esqueço que todos os sonhos podem ser reais.

Anúncios

4 respostas em “Ou Eu Poderia Fingir Tudo

  1. Eu acho que conversei com você por telepatia e você entendeu tudo que eu estava pensando e traduziu em texto lindo, lindo que eu mal podia imaginar!

    Sensacional! Foi um texto tão verdadeiro que me vi ali infinitas vezes

    Super beijo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s