Em um Relacionamento Enrolado com o Tempo

Tem gente que fala de um modo como se a escolha fosse sua, né? Eu sei. “Ah, você não arranja ninguém porque você não quer!” Legal, vem aqui viver a minha vida pra ver se eu realmente não quero, né? Acontece que se for pra ter alguém só por ter alguém, é melhor deixar tudo como está. É claro que é possível sair do zero e arranjar alguém pra viver alguma história, mas isso não seria real, sendo assim, será que realmente vale a pena? Será que vale a pena usar do sentimento alheio só pra não se sentir deslocado e mais um no meio de tanta gente sozinha? Não vale.

Mas essas coisas só valem pra quem usa o coração, porque se você é das pessoas que não usa, não tem o menor problema em sair na próxima sexta-feira, distribuir alguns beijos em qualquer pessoa, sem critério, aí acordar no sábado e distribuir novos beijos a noite, acordar no domingo e distribuir mais novos beijos. Todos, sem nome, sem rosto, sem história, sem razão.

Pode perceber, a maioria das pessoas que julga uma pessoa solteira, geralmente, tem alguém. Elas não são autosuficientes, ESTÃO momentaneamente suficientes por ter alguém que preencha. É muito cômodo falar o que se deve ou não fazer enquanto vive uma história bacana com uma pessoa legal. É muito fácil falar “Sai, liga pra alguém, chama alguém pra sair”, sendo que essas pessoas que dizem isso já tem esse alguém e isso não é preocupação, portanto, não tem problema vir com o manual do que se fazer. Essas mesmas pessoas são aquelas que criticam frases de solidão na internet, frases de saudade, frases de arrependimento. Quando se vive um mundo repleto de cor, todo o cinza é motivo pra desdém.

Não é fácil, pra quem pensa que é, não é. Ter que sair pelas ruas e ver um monte de casal, das filas do cinema com as suas estreias de comédias românticas aos pontos de ônibus, não é fácil ter que chegar em casa e ver posts bonitos de “noites de sábado deliciosas” de casais na internet. É na internet onde hoje corações solitários buscam refúgio. E tudo o que você queria ter era uma história parecida pra poder compartilhar.

No entanto, não podemos esquecer, existe o lado da sentença. Se trata daquele tipo de solteiro que parece chegar ao ponto de quase se suicidar por estar vivendo uma fase sem alguém especial. Essas pessoas costumam falar sozinhas na internet, costumam revirar lembranças, compartilham tudo de mais depressivo, forçam memórias, trazem de volta tudo o que deveria ter esquecido e sem perceber, acabam afastando cada vez mais a possibilidade de alguém bacana aparecer. Essas pessoas esquecem que quanto mais se lembra de algo que já foi vivido, mais longe fica algo inédito para acontecer e menos importante vocês se tornam pra quem você confessa saudade.
Entenda que não estou falando que é fácil superar e que a saudade não dói. Só quero dizer que é importante que você dê a volta por cima da mesma forma como deu a volta por baixo, pois ninguém, ninguém vai chegar até você e estender a mão pra te salvar. Você não pode contar com ninguém, não pode esperar que ninguém faça algo pra te fazer melhor, pois muitas dessas pessoas estão vivendo sua felicidade e não possuem tempo pra tristeza alheia, pra solidão do outro, sendo assim, coloca uma coisa na sua cabeça, é você por você mesmo. A tua felicidade chega, mas só quando ela quiser.

Como a fase dos relacionamentos, a “solteirisse” também é só uma fase. Não há simpatia que preveja o fim, não há reza que mude algo, porque só vai mudar quando for a hora certa. Talvez uma saída seja se esforçar para aproveitar esse tempo sem ninguém. E sempre há como aproveitar! “Ah, mas eu estou cansado demais, já estou tanto tempo sem ninguém!” E você já se perguntou se merece alguém pra compartilhar das suas coisas? Você já pensou em tudo que tem feito? Já tentou esquecer aquela pessoa que sente tanta saudade? Já tentou parar de forçar a lembrança? Já tentou mudar o caminho de casa? Já tentou procurar alguma maneira, qualquer uma que seja, de enterrar de uma vez por todas tudo aquilo que já te fez mal? Você já tentou mudar por você? Enquanto você não querer que as coisas mudem, elas não vão mudar! As mudanças só acontecem pra quem quer que elas aconteçam! Existe um mundo inteiro lá fora te esperando, mas enquanto você ficar preso no exercício da dor, na lágrima do “nunca mais” ou do “vamos terminar, não posso mais continuar”, você nunca vai conseguir virar a página do livro da sua vida. Todas as páginas viram, por mais pesadas que possam ser, mas você precisa querer isso!

Pense que talvez esse tempo sem ninguém pode ser o seu melhor momento pra fazer alguém por você! Perceba no “esse tempo”, é só uma fase, que pode durar dias, meses e anos, mas que no fim sempre tem a sua espera compensada, contanto que você não viva em função da ansiedade de ter alguém pra sentar ao seu lado no metrô. A ansiedade é um dos piores inimigos da felicidade! Nenhum recurso que acelere os dias fará com que as coisas boas cheguem pra você ou que as ruins vão embora.

Sei que pode parecer tudo lindo escrito assim e que na prática é bem mais complicado. Mas se você não começar a acreditar nas coisas boas que a sua vida pode te oferecer, não há mais nada a se fazer a não ser esperar o caixão fechar.

Já você aí, você mesmo que está namorando ou casado. Também há uma coisa pra te lembrar. Se você não fizer com que todos os dias da sua relação seja os mais especiais possíveis, não se surpreenda quando se ver ouvindo refrões das piores músicas em busca de respostas para o que acontece. História precisam ser aquecida todos os dias por abraços e beijos sinceros ou pelo menos carinhosas SMS’s! Não existe a fase “Estamos numa fase boa!”, mas sim o “Tivemos um dia bom, mas amanhã será melhor ainda!”. Você precisa fazer essa sua história entrar pra história! Não por quem está com você, mas por você!

O amanhã vai nascer e com ele vai vir uma nova oportunidade pra você fazer a sua parte enquanto a vida faz a dela, seja pra ter alguém ou pra continuar com alguém.
Agora, pra ter alguém de volta, acredite no teu sentimento mas não espere compreensão, afinal, o amor não foi feito pra ser explicado.

Tudo é especial se quisermos que seja.

Anúncios

4 respostas em “Em um Relacionamento Enrolado com o Tempo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s