É Uma Espera Por Algo que Valha a Pena

Eu sinto tanta saudade.
Sinto saudade de gostar de alguém, de perder o ar com uma mensagem nova no celular, de sentir o coração bater mais rápido quando chega a hora de se encontrar. Sabe essas coisas? É então, são dessas e de outras milhares de coisas que eu sinto saudade.
Acho que desaprendi como é gostar de alguém, como é ter alguém especial nos meus dias. Vida estranha, não queria isso mas é exatamente isso que tem acontecido.

Eu não consigo obrigar o meu coração a bater mais rápido. Ele bate por quem acha que deve.

Já cheguei a pensar que o erro estava em mim, por sei lá, ter uma postura meio defensiva pelas coisas que eu já passei. Poucas e boas. “Boas”, né. Então comecei a me dar oportunidades para viver algumas experiências aqui e acolá pra ver se meu abraço ia se sentir amparado em outros braços, mas não deu muito certo e tudo o que eu ganhei, se é que posso falar que ganhei algo, foi uma dor de cabeça ao gerar expectativa sentimental por alguém que eu não conseguia sentir nada igual.

Toda tentativa serve para algo. E o algo, acima de tudo, é sempre muito válido.

Hoje eu não consigo muito me envolver, não consigo me permitir e apesar de saber que isso não me faz bem, eu não consigo mudar, pelo menos não tenho conseguido. E o louco é que eu gostaria de estar vivendo exatamente o contrário disso.

Ao invés de ter que me justificar por não corresponder a um sentimento, gostaria de não conseguir explicar tudo que eu sinto.

Das vezes que tentei lembro das que fiz pessoas especiais chorarem por mim. Lembro e fico mal, porque eu não queria prejudicar, não falei por não gostar, só que eu prefiro sempre a sinceridade diante das outras alternativas para resolver as coisas. É claro que eu poderia sentar e prolongar as coisas por mais tempo, dar novas chances para as chances já dadas, é claro, eu poderia mas aí não seria eu. Neste caso, eu estaria arruinando um dos pilares que acho mais importante para a vida a dois: o respeito.

Acredito que nunca fui a pessoa certa para as oportunidades que me apareceram.

Quando tive nas mãos o melhor dos roteiros para uma nova história, eu simplesmente não consegui, e pior, eu nem queria decorar minhas falas, fazer minha parte, fazer meu papel.

Eu me canso das incansáveis tentativas das pessoas em me fazer entender que as coisas não assim.

Eu nunca disse que tudo funciona como eu planejo, nunca afirmei que o meu raciocínio é o mais eficaz, exatamente por isso não gosto quando me apontam o dedo me julgando frieza, instabilidade ou qualquer coisa que denote alguma falta de sensibilidade.

A verdade é que transbordo sensibilidade e tenho os melhores sentimentos guardados para quem merecer. E não espero muito não, me entrego quando sinto que devo. O problema eu só tenho visto vazias tentativas de história, e desculpa, mesmo sendo com a melhor das intenções, mesmo que pareça que exijo demais, nenhuma das histórias em que protagonizei até hoje foram capazes de fazer meu coração aumentar o ritmo. Eu não tenho culpa.

Ok, até tenho minha culpa, não estou tão perto da perfeição assim. Talvez a minha culpa esteja na a ansiedade em que vivo meus dias, querendo tudo pra ontem, tudo já pronto. Também sou um gerador de expectativas, também acho que vai ser demais quando na verdade é de menos. E pensando bem, agora com calma, foram as minhas frustrações que me fizeram ser quem sou hoje. Foram as lições que já aprendi que me fazem evitar ter aulas repetidas. Então, no fim, posso concordar se alguém me disser que o que eu sinto é um assustador medo de me machucar de novo. Infantil, mas assustador. É assustador porque é infantil, vai saber.

Mas é interessante separar as coisas: 1 – vivi poucas mas traumáticas situações que me fazem torcer o olho para alguma novidade; 2 – eu morro de medo das novidades.

Quanto mais perto a gente fica do que não começou, mais perto também ficamos do que vai acabar.

E eu, de verdade, não quero passar por tudo de novo, não agora.
Que coisa mais doida, que vida mais doida, que pessoa mais doida eu sou.

Mas volto a dizer, eu sinto tanta saudade de gostar de verdade.
Só estou esperando alguém que convença meu coração disso.

Anúncios

Uma resposta em “É Uma Espera Por Algo que Valha a Pena

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s