É Que A Gente Prefere Assim

Você vira uma página atrás da outra enquanto recolhe para atrás da orelha um pouco do seu cabelo. Eu só fico te vendo folhear esse catálogo de viagem.
Nunca fui desses com muitos planos e vontades para realizar, mas depois que eu te conheci comecei a dar um valor especial para os momentos que a gente chama de “nosso”, e por isso também sem me empolgo quando pinta alguma ideia de fazer algo diferente, como a viagem que estamos planejando para esse próximo feriado.

Vou te falar que já me auto-estudei já tentei me entender pra poder compreender como eu fico quando a gente tá assim, perto. Engraçado que sinto a mesmas coisas em todos os lugares, desde a nossa cama ao amanhecer até você sentada aí nessa cadeira escolhendo um destino para nossa viagem.

Te vejo conversar com o vendedor com um brilho nos olhos sem igual. Me chama e pede opinião, digo duas ou três coisas nais quais acho relevantes, mas não vejo problema em deixar a decisão oficial na sua mão por dois motivos: 1) você sabe muito bem como anda a minha conta bancária, 2) eu realmente prefiro que você escolha. Nunca fui bom nesse negócio de decidir as coisas.

Eufórica, bate os pés no chão a cada palavra do vendedor sobre os lugares que estão no catálogo. “Olha, isso, não é lindo?” Me pergunta com um sorriso impossível de discordar. “Nossa, é mesmo, acha que decidiu?”, “Ai meu, ainda não sei, são tantos lugares, só quero conhecer um lugar novo!” Me deixo escapar o riso de canto de boca demonstrando que temos tempo para você escolher com segurança.

Decido levantar da mesa e olhar alguns banners pela loja. Quantos lugares, quantas opções e o curioso é que eu vejo a gente em todos os eles. É como se eu pudesse prever fotografias nossas nesses lugares, como se eu pudesse imaginar a sua felicidade nesses cantinhos de mundo.

“Posso saber o que está pensando aí?” me pergunta enquanto lentamente me abraça por atrás colocando os dois braços sobre os meus ombros. “Estou pensando que definitivamente, pra mim, não importa pra onde vamos contanto que vamos juntos”. E sem falar uma palavra me vira o rosto e me presenteia com um rápido beijo. “Vou voltar pra falar com o moço ali, ele saiu para tomar uma água!”. “Sim, claro, vai lá!”.

Escolho por ficar de longe e começo a pensar em nós dois. Meus pensamentos passeiam por vários lugares e situações, mas são interrompidos quando me toco que, sei lá, estou com uma pessoa tão maravilhosa, com você, alguém me faz um bem sem igual. Te ver ali fazendo planos pra uma viagem só nossa me preenche o peito. Em outras palavras, te ver feliz é algo que eu não consigo explicar quão bem me faz. Cheguei a um ponto que eu não me importo tanto mais comigo, sei que não é algo certo de se pensar, mas explico: é que hoje tenho certeza que a minha felicidade só existe se a sua também existir. Hoje tenho certeza que pra eu dar um sorriso preciso ver o seu antes e não é uma questão de submissão, mas sim de plenitude. Já tive outros motivos para ser feliz mas você é o melhor deles.

“Ah, acho que vou pensar melhor e depois volto, tá? Obrigada!” Te vejo despistar e se despedir do vendedor.
“Mas por quê você não fechou negócio? Não está tão animada para sair?!”
“Sim, estou, mas enquanto ele falava, falava, falava, eu pensa nas parcelas, nos sacrifício que teríamos que fazer para pagar. E podemos deixar isso para uma outra hora, né? Com o dinheiro que vamos economizar nesse viagem a gente um faz um bate-volta para a primeira praia, tomamos um banho de mar e voltamos pra casa, daí alugamos uns DVDs, compramos uma coisas gostosas para comer e vamos vivendo.”

O complicado pra mim é que até na sua resposta você me surpreende e me deixa sem as minhas. No entanto gosto da suas surpresas e surtos positivos. Acho especial.

“Bom, então tá, qualquer coisa a gente vê no site depois! Quer dar uma volta no shopping?” pergunto.
“Ah, até quero, mas pensei na gente comprar umas coisas legais e preparar um prato em casa, o que acha?”
“Acho bem bacana, podemos tentar!”

Você sempre com algumas das melhores e mais revolucionárias ideias, demonstrando criatividade e sede pelo novo. O que te torna ainda mais sexy.

“Podemos ir para aquela praça perto de casa e ficar um pouco sem fazer nada? haha” Faço o convite.
“Claro que podemos, é basicamente isso que eu queria fazer mesmo, bobo! haha”

Você e a sua arte em me surpreender.
Que eu tanto gosto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s