Só Te Desejo o Que Você Merece

Já que teve que ser como foi, que seja como tem que ser daqui em diante.
Abro mão da saudade do seu beijo e do teu perfume nas minhas roupas e em troca quero paz. Não é paz de vida, é paz no coração.

É que tem horas que o mundo não tem girado pra mim.
E são em momentos com esses em que eu me sufoco e me sinto refém de uma chuva de interrogações. Ora, se já não faz sentido, se o que existia agora está morto, mereço conviver com um fantasma seguindo meus passos? Já não basta ter que carregar para o resto do meus dias a experiência de ter dividido o que eu sentia com alguém que no fim se mostrou mais uma cópia de tudo de tantas outras que já existem por aí, ainda tenho que vez ou outra ter a sua presença nas coisas que eu faço?

Eu que perdi horas da minha vida em busca de uma resposta idiota pra me convencer e me fazer aceitar que definitivamente as coisas são como são e não há força que faça mudar o que já está escrito. Eu que beirei o choro de sangue pela dor que eu sentia em meu peito recheado de injustiça plantada por você, acho que não preciso mais de qualquer migalha do que diz respeito a sua vida na minha.

Quero a sua distância, quero apagar teu nome, quero seus presentes no fogo. E vou falar mais, estou pouco me lixando com o que me falarem de consideração e respeito pelo que vivemos, pois mesmo que tenham vivido a mesma coisa que eu, a mesma situação com as mesmas circunstâncias, ainda assim serão experiências diferentes, tendo em vista que apesar desse mundo tão plural, somos pessoas completamente singulares.

E todo o dolorido vazio que ficou em mim depois do fim foi preenchido com uma certeza na qual me faz acordar todos os dias: a sua hora vai chegar! E por mais que pareça, eu não te desejo mal, só desejo que colha absolutamente as mesmas coisas que plantou. Que você viva todas as suas experiências fruto de todas as que compartilhou. Os dias vão passar, nós vamos mudar, mas não adianta, o que é meu e o que é seu está guardado. E entre as nossas diferenças, uma delas é determinante: quanto à sinceridade, a minha consciência está tranquila.

Passei da fase de te encontrar sem querer, trocar ois e tchaus e ainda ensaiar um recomeço. Já vivi muitas histórias com você sem nem você saber. Já imaginei viagens, lançamentos no cinema, surpresas em datas comemorativas, e tudo sem você saber, tudo, depois de você.

Mas agora deu e a tempestade por mais forte que possa ser sempre passa.

Não me envergonho do meu comportamento. As opiniões nais quais posso considerar eu sei de quem são. É que as pessoas gostam de saber a resposta pra tudo, gostam de falar o que fazer, como pensar, se deve-se ignorar, correr atrás, enfim, tudo, as pessoas sabem tudo sobre as outras pessoas menos sobre elas mesmas.
Ouvi gente dizer que o problema era que eu gostava demais, aí fico imaginando como essas pessoas vivem, se elas determinam até onde gostar de alguém, tipo: “pronto, só posso gostar até aqui, passando disso, já é demais”. Gente com isopor no lugar de um coração. Porque né.

O fato é que das coisas que eu sinto, pra quem e como demonstro eu sei bem. E de você eu sinto pena. “Ah como é horrível sentir pena”, um monte de gente julgando até o que eu acho das pessoas. Eu sinto sim pena de você, sinto dó, dá até vontade de pegar no colo.

Dá vontade de te pegar no colo e abrir seus olhos com os dedos pra te fazer entender o quão idiota você é.

E o que me traz alívio hoje além das chuvas nas tardes dessa primavera, é saber que quem perdeu nessa história toda não fui eu.
Sabe-se lá por quê, ainda te tenho eventualmente na minha cabeça. Considerei normal depois que entendi que foi algo que fez parte da minha vida, e que além de impossível, seria infantil tentar ignorar.

Já que o mundo parece não girar pra mim, eu vou girar ao redor dele.
E vou viver todas as coisas que estão pra acontecer na minha vida, vou distribuir todos os meus sorrisos, quantos, pra quem e como eu quiser. Vou prolongar os abraços naqueles que me fazem especial, vou ouvir mais aqueles que esperam por um ponto de vista meu, vou tomar mais sorvetes para brindar os fins de tarde.

Vou fazer sem ninguém tudo que eu tentei fazer com você. E isso, é pra você entender que da minha vida eu sei cuidar.

Já você, já sei o que fazer, nas horas em que sua saudade invadir meu corpo, vou lembrar de usar o mesmo sentimento que usou comigo: Indiferença.

Anúncios

5 respostas em “Só Te Desejo o Que Você Merece

  1. É Má! Eu sempre digo que eu gosto muito dos seus textos e que vc está de parabéns, mas hoje além disso, eu quero te agradecer!Agradecer por ler td isso e conseguir finalmente entender tudo o que passa na minha cabeça, q eu simplesmente não consigo explicar, nem pra mim!
    E o mais importante é fazer a nossa parte sempre!Distribuir sorrisos e prolongar abraços, dar o nosso melhor. Um dia vamos colher o que estamos plantando! =))

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s