É Tão Inacreditável Que Parece Brincadeira

É bom começar explicando uma coisa: o fato de vivermos no mesmo mundo não significa que temos controle um sobre o outro, ok? Então assim, antes de mais nada, é importante colocar na cabeça que o mundo é o mesmo, mas as pessoas são diferentes, que essas pessoas diferentes possuem os mesmos sentimentos mas demonstram e vivem de formas diferentes. Ficou claro até aqui? Espero que sim.

Agora sobre o que eu ia falar de fato, me diz uma coisa, o que aconteceu na sua vida? O que te fez ficar agir assim? Gostaria de saber, porque olha, pra uma mudança tão drástica assim do nada deve ter acontecido algo muito sério.
Entenda que não quero ser insensível, mas vamos refletir sobre o que está acontecendo.

Depois tanto tempo, tanto esforço, tanta coisa que eu fiz com você nunca se importando, sempre argumentando que as minhas tentativas eram em vão, que acabou, que a hora passou, que a página virou e mais aquele monte de merda, é isso mesmo, um monte de merda que você me falava com se fosse a pessoa mais certa do mundo, depois de tudo isso, você simplesmente tem a cara de pau de me procurar e pedir pra gente começar do zero?

Ah, por favor, presta atenção, como você não consegue ter vergonha disso? E é claro que não me entra na cabeça um negócio desse, não tem o menor cabimento e vou te explicar por quê. Como eu já disse, dediquei muito tempo da minha vida pra gente ficar bem, tentei de mil formas te convencer que a nossa história merecia uma chance pelas coisas que já tínhamos vivido, repito, dediquei MUITO tempo, e daí que simplesmente do nada, e pior, quando eu finalmente consigo andar por essa cidade com a cabeça livre, quando eu finalmente consigo virar essa merda de página como você adorava me pedir “ah, vira a página, já deu” você vem com esse discurso de “vamos tentar de novo?”. Sinceramente? A minha vontade é rir da sua cara, talvez por dó, talvez por raiva, talvez pelas duas coisas misturadas e multiplicadas.

Não, não vai ter nada de recomeço nenhum, não vai ter “tentar outra vez” e essa é a minha resposta pra você.
Olha, pare pra pensar e tente se lembrar das coisas que eu fiz, tente se lembrar para não dizer depois que eu não me esforcei, porque eu não consigo lembrar de uma pequena coisa que eu não tenha dito ou feito pra você e por você. Só que de nada valeu, nada te mudou, te tocou, não aconteceu nada e o que eu mais ouvia de você era pra eu parar com isso, que eu já estava me humilhando, que a nossa história tinha sido bonita, mas já era passado.

Que chame de rancor, que chame do que for, estou pouco me importando para o que você pode chamar isso ou pelo que pode achar de mim, acontece que diferente de você, eu não consigo levar a minha vida sem sinceridade, eu não consigo fingir que sinto alguma coisa, e mais, eu não consigo destratar as pessoas igual você fez comigo. Por isso – o que já é o bastante – e por mais um monte de coisa que eu te digo NÃO.

Você preferiu abrir mão de tudo a ter que considerar tudo.

Eu sou uma das pessoas que mais valorizo segundas chances nesse mundo, acho saudável e realmente pode dar certo. Penso que as pessoas podem sim mudar. Só que no nosso caso, ou melhor, no teu caso, você me fez muito mal, você me desrespeitou, você me ignorou, você não se importava comigo, você fugia, você mentia, você desaparecia. E essas coisas, pouco a pouco, foram criando uma casca dentro de mim, na verdade foram criando uma armadura contra você, algo que me blindasse ao tentar fazer algo por você.
Devo confessar, no entanto, que me bate a curiosidade de saber o que aconteceu com você, se alguém te falou algo, se te deram o maior fora da sua vida, queria saber o que fez você baixar a bola assim.

É claro que eu ainda gosto de você, só que agora eu gosto mais de mim.

Hoje eu sou mais eu, como nunca fui antes, hoje eu só quero perto de mim as pessoas que me querem por perto, hoje eu só quero ouvir a risada de quem realmente achou graça, hoje eu só quero uma mensagem no celular de quem realmente sentiu saudade, hoje eu só quero a vida de verdade. E dessa minha vida você não faz parte.

Parece grosseria da minha parte, né? Entendo você. É que vendo de fora assim né, você com toda a razão do mundo se fazendo de vítima, se fazendo da pessoa que mais errou nesse mundo comigo, se fazendo a pessoa que mais pode mudar, você desse jeito todo é claro que vai parecer grosseria ouvir meia dúzia de verdade.

Seria bom pra você se eu falasse o que quer ouvir, mas aí não seria eu.

Portanto, até aplaudo sua atitude e certa coragem, valorizo a tentativa, pena que vai ser em vão, porque das poucas certezas que tenho na minha vida, uma delas é que eu não quero que você faça parte dela de novo.

A gente vive no mesmo mundo, mas somos pessoas diferentes, vontades diferentes e absolutamente nada é como a gente quer que seja, elas são como devem ser.
Pega isso pra sua vida. Pensa pelo lado bom, algum bem ainda estou tentando te fazer.

Anúncios

2 respostas em “É Tão Inacreditável Que Parece Brincadeira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s