Queria Te Abraçar, Mas Preferi Outra Coisa

Leia ouvindo: http://www.youtube.com/watch?v=BB0DU4DoPP4
Quanto tempo vai demorar pra você perceber que as coisas não vão mudar se você só esperar que mudem?
Será que você está esperando alguém que te prove isso? Ou talvez algo que justifique o marasmo dos dias? Sei lá, qualquer coisa convincente que te faça crer que há um motivo para as coisas estarem como estão, ou vendo diferente, serem como são? Atire a âncora, pare o barco e respire.

Sabe aquelas coisas que conseguem ser ao mesmo tempo boas e ruins? Tipo a chuva, que pode refrescar e alagar? Pois bem, a vida é exatamente igual, recheada de surpresas que fazem nosso coração acelerar de felicidade e acelerar de desespero. Cabe a nós somente respeitá-la e ingênuo é aquele que tenta compreendê-la: “Ah não, faz de tal e tal maneira que dá certo”. Não há receita, não há uma máxima, não há uma verdade. Há a experiência, o passar dos dias, os novos pontos de vistas, as lições e todas as coisas que aprendemos sozinhos com a nossa própria vida.

É bem verdade, não conseguimos viver sozinhos, mas também não podemos ser dependentes. Sós nascemos, sós morreremos. E nesse sentido a importância da autosuficiência sobressai diante de todas as coisas. As pessoas não estarão para sempre ao nosso lado, não teremos pra sempre as mesmas palavras de conforto, os sorrisos não serão eternos, tampouco as lágrimas, nenhum dos momentos.

Sei bem que tem horas que a gente se vê como se fosse a única pessoa do mundo a passar por determinadas coisas. É quando pensamos que nossos problemas são os piores, que os nossos dias são os mais difíceis, que o nosso trânsito sempre demora mais. Pra mim, isso nada mais é do que uma incansável busca por respostas em situações que o que deveria ser feito é aceitar. A gente reclama porque esperamos que resolvam, mas dificilmente percebemos que ninguém vai resolver nada, e nem exatamente por não saberem, mas sim por simplesmente não haver solução.

Faz parte da gente não admitimos a não-solução das coisas.

Pode parecer confuso mas essa a vida que temos e talvez seja confuso justamente porque a gente tenta fazer com que não seja ao invés de aceitarmos que de fato é. São voltas e voltas em que partimos de um lugar e voltamos para o mesmo. E quem disse que isso é ruim?

A mesma mão que te ergueu hoje pode te empurrar amanhã.
Não quero tremular a bandeira do ceticismo, mas é seguro manter um pé atrás diante das pessoas pois elas podem machucar, e muitas vezes até mesmo sem saber. As possibilidades das coisas darem errado nessa vida são enormes basicamente por um motivo: é um mundo repleto de pessoas onde impressionantemente nenhuma é igual a outra, nenhuma é igual à você, apesar de terem pontos em comum, nenhum ser humano é igual ao outro neste mundo. E isso é algo que tem um lado e um ruim (lembra do que já falamos ali em cima?). Nós não aprendemos com quem ainda não aprendeu e sim com quem já passou por algo parecido e pode nos transmitir conhecimento; em geral nos aproximamos daqueles que mais nos identificamos por algum ponto. Eis uma síntese do valor das diferenças entre as pessoas. E indo além sobre as possibilidades das coisas darem errado, posso ousar em definir: dão errado porque não acontecem como o nosso esperado. E aí entra a nossa teimosia, o nosso desejo em controlar as coisas, o nosso até desespero em ter o controle dos dias, como se os céus pudessem controlar a força do vento. As possibilidades das coisas darem certo nessa vida são enormes basicamente por um motivo: por nós mesmos.

A gente esquece que tem horas que precisamos de um furação, já em outras onde uma brisa é o bastante.

Você não se cansa de ser assim?
Quero me colocar no seu lugar e entender como que você consegue deixar a vida correr entre os seus dedos. Em nenhum momento estou dizendo que é fácil, mas eu só queria entender como não há iniciativa. Quanto tempo vai demorar pra você perceber que as coisas não vão mudar se você só esperar que mudem?
As frases de efeito e os seriados na TV não exatamente traduzem o que você está passando, dão uma margem e um ponto de vista bem atrativo, mas não adivinham que você queria o “eu te amo” no fim da mensagem, não adivinham que a sua tristeza é provocada pela falta de iniciativa onde espera que o mundo seja colorido, ao invés de querer colorir você mesmo, com seus lápis e suas cores preferidas.

O seu telefone não vai tocar, não vão mais te chamar pra sair, você não vai mais ouvir elogios, o ônibus não vai passar, um e-mail importante não chegará, do almoço você não vai gostar, a sua roupa não vai servir… Se você não querer o contrário disso tudo. Entenda que não há uma pessoa que possa mudar sua vida e realizar todos os seus sonhos além de você.
Se for o seu caso, reconheça que já tem respostas pelo seu comportamento. Reconhecer não significa concordar e ser passivo diante da conclusão. Se é o teu passado que te afasta do futuro, entenda, só você pode mudar. Se foi uma ferida que não cicatrizou, só você pode curá-la, se foi uma frase que te magoou, entenda, há tantas outras frases esperando que você as ouça. Se você quiser.

Deixa a vida chegar pra você.
Não se preocupe tanto com as coisas que não dão certo e mantenha o foco em tudo que deseja realizar, nos sabores que deseja experimentar, nos filmes que deseja assistir, nos fins de tarde com alguém especial que deseja acompanhar… Traga pra perto os pensamentos que te trazem sorrisos, as lembranças que te aquecem o peito e as palavras que te suspiram.

Que a sua vida seja sua e não de um passado que magoou, de um presente que desespera ou de um futuro que amedronta. Troque o disco, rasgue as páginas, veja diferente e lembre-se que ninguém nunca fará isso por você.

Ninguém nunca saberá o que é melhor pra você além de você mesmo.

Queria te abraçar, mas preferi te lembrar o quão importante você é pra si próprio.

Só não deixa o relógio correr, não dê chance para o “tarde demais”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s