Em Dúvida se Sinto Dó ou Acho Engraçado

Trilha Sonora:

Gostaria de esclarecer algumas coisas.
Para começar, acho justo comentar que definitivamente o tempo resolve muitas das situações em que nos vemos afogados, aprisionados e sem a menor perspectiva de solução.

É quando a gente para de se procurar que as respostas aparecem.

Devo dizer também que a teoria só perde em beleza para o nascer do sol. Porque né, exagero à parte, é tudo muito bonito em um mundo onde nada se pratica. A gente vai lá, rascunha ideias, faz imensos e profundos pronunciamentos como se a verdade fosse única e exclusivamente nossa, só que na hora de mover um dedo, adivinha? Nada fazemos. Somos assim.

Vou retomar para não perder o foco.
Tem pessoas que não gostam de fazer história. Sei lá, não gostam de viver aquele negócio de frio na barriga, a última mensagem antes de dormir e ansiedade para um novo momento especial. Pelo menos, claro, é o que elas aparentam. Dá pra afirmar isso com base nas experiências que temos aqui e ali.
Só que essas mesmas pessoas são as que mais se enganam no mundo.

Mais sensíveis são aqueles que não manifestam sensibilidade.

Por isso, e sem enrolar tanto, vou ir direto ao ponto: Sério, não tente, até te peço, pelo teu próprio bem, não tente me esquecer porque você não vai conseguir.
Enquanto eu guardo o livro da história que escrevemos, você prefere fingir que nunca existiu nada e age assim de uma maneira, como eu posso dizer, uma maneira profundamente desinteligente, para não falar outra coisa.

Eu não sou sua lembrança, eu sou sua história e isso você nunca vai conseguir apagar.

Eu não me esforço para esquecer o que vivemos, deixo o tempo escolher a hora certa até que eu perca a noção da lembrança, para então, conseguir dar novos passos sem velhas recordações. E isso tem dado certo.

Te vejo falando coisas por aí, postando coisas na internet, como se a sua vida fosse a mais divertida, tivesse os melhores amigos e frequentasse os melhores lugares. Vejo isso e rio. Porque isso só comprova a sua fraqueza ao tentar me esquecer em uma noitada qualquer.

Comecei a pensar essas coisas depois que você começou a me evitar. Nunca quis saber qual assunto eu queria falar com você, e em todas as oportunidades eu gostaria de saber da sua família, que são pessoas incríveis, e diferente de você, são pessoas sinceras comigo. Você me ignorava e eu ligava separadamente conversando por horas com eles e matando a saudade.

O louco é que se colocarmos no papel eu tenho mil motivos a mais para não olhar para sua cara do que você. Quer dizer, você parou de falar comigo só porque eu não quis mais cair na sua lábia furada com segundas intenções, em outras palavras, só porque eu não sou o tipo de pessoa com quem você costuma lidar.

Fico feliz em saber que tem vomitado seus encantos para outro alguém! =)

Só que entenda uma coisa, evitei de falar com você sobre a gente e não sobre as pessoas que convivemos, como é o caso da sua família que já citei. Não precisa dessa vingança toda desenfreada, podemos conversar numa boa.

Então assim, na boa mesmo, para de tentar forçar a tua vida.
Larga essa de se ocupar com companhias vazias e pessoas que só se importam com você quando a sua carteira está mais cheia que a delas.

Eu nunca te esqueci e nem vou. E nem quero.
O que vivemos foi exatamente o que me fez ser melhor hoje e me deu sabedoria para encarar outros centenas de problemas. Me deu força para ser melhor, não por ninguém, mas por mim mesmo, algo que no fim, é o que realmente importa e preciso.

Por isso, não precisa ignorar minhas mensagens no celular, chamadas na internet ou lugares em comum, ao invés disso coloca uma coisa na sua cabeça, você não vai me esquecer fazendo isso.

A força para apagar a lembrança só faz deixá-la mais forte.

Porque se hoje não somos mais dois, eu sou o perfume que você usar, as roupas que te dei, as noites que dormimos, as coisas que te falei, os lugares que conhecemos e tudo o que falamos. Eu sou o seu passo na chuva e o seu sorriso no sol, sou a lembrança no seriado, sou o refrão mais inesperado, sou o caminho de volta pra casa e sou o atalho para qualquer lugar que você vá.

Então faz igual a mim, dica de experiência própria: deixa o tempo colocar as coisas no lugar na hora certa. Confia nele e tudo ficará bem.

Bem como eu fiquei depois que comecei a esquecer de lembrar de você. Tem horas que tento recordar, mas raramente eu consigo.

Fica bem.

#CURTA: http://www.facebook.com/umtravesseiroparadois =)

Anúncios

Uma resposta em “Em Dúvida se Sinto Dó ou Acho Engraçado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s