Uma Vida Baseada na Importância da Capinha do Celular

Pra que vou gostar do que eu gosto,
se posso fingir gostar de outra coisa só pra ser uma pessoa aceita?
E assim a vida vai escorrendo pelas mãos de muitas pessoas.
Os seus motivos para gostar do que gosta são todos motivos de chacota,
porque o que vale mesmo é aparentar uma vida que não é a sua, uma vida atualmente sem verdade ou uma verdade sem uma vida.
Pra ser mais claro, hoje não faz tanta diferença o seu destino, contanto que antes você poste uma foto na internet mostrando a sua roupa, contabilizando elogios-prontos e preenchimento nulo na sua vida.

É mais legal aparentar algo do que ser algo de fato.

O que dá pra gente ver de longe em pessoas que se escondem em celulares de última geração, noitadas desenfreadas com goles de coragem em um bar qualquer, é uma fraqueza sem limites. “Como então ser uma pessoa que não aparenta fraqueza sem limites?” De repente, começando a ser quem você de fato é, assumindo todos os seus sentimentos, sem ter vergonha dos seus gostos.

Não há a vida correta, há a vida que você julga ser correta pra você.

Mas há um senso comum nessa sociedade do que é ter uma vida interessante, e caso você escolha por nadar contra a maré, já pode prever uma reação absolutamente insignificante. A roupa que você usa é capaz de dizer o quão legal e interessante você pode ser. Pelo menos é o que tem parecido por aí.

Se esses são alguns pontos de vista sobre os valores das pessoas hoje em dia, imagina então os valores dados aos sentimentos das pessoas?

Pra que escolher ter uma boca para beijar se é possível ter tantas outras em um mês?

Todos que viram a noite em busca de alegria descartável, querem mesmo é uma noite virada assistindo a filmes e seriados com alguém interessante. Mas isso é outra história.

O jeito que somos e a fase que vivemos não nos torna pior que ninguém, nos torna real.

“Isso se eu casar um dia!”
É o tipo de frase que não é difícil de se ouvir em uma conversa ou outra. As esperanças de dias melhores são nulas, e nesse sentido, faz sentido aparentar uma vida que não é real, porque lá nesse mundo irreal as coisas dão certo, as baladas são as melhores, as marcas aquecem mais que o tecido vestido, a capinha do celular tem mais importância do que uma ligação para alguém especial.

E que diferença faz sentir amor?
Os mais famosos refrões atuais falam sobre como a vida desenfreada é mais interessante que uma vida real e sólida; falam sobre rápidas e indolores formas de superar um amor; falam sobre a relação em ter um carro potente e a quantidade de bocas para beijar.
Só que quem canta tudo isso a uma só voz, na verdade só quer outra coisa.
Sem julgamento de qualidade, não vale entrar nesse mérito, a proposta aqui é gerar uma reflexão sobre como os amores eram vividos antigamente e em como eles tem sido atualmente. Sobre a troca de valores, sobre a urgência que existe em virar uma página que ainda não pode ser virada.

Quanto mais rápido se tenta acelerar o tempo, mais sequelas ele enterra no coração.

E aí, não adianta se espantar ao ver que ainda não superou, ao ver que apesar de “já fazer tanto tempo” ainda dói como nunca imaginou ver alguém que um dia jurou amor. É normal e é algo que pode ser previsto, especialmente se você for das pessoas que prezam mais pela quantidade de “curtidas” do que por quem curtiu de verdade. E nós sabemos quem são essas pessoas.

A gente pode ser melhor, as coisas podem dar mais certo,
só não podemos perder a única coisa que temos grátis nessa vida: nossos sentimentos. E dentro deles, nossos sonhos.

Você tem dado valor ao que realmente merece?

CURTA: http://www.facebook.com/umtravesseiroparadois =)

Anúncios

Uma resposta em “Uma Vida Baseada na Importância da Capinha do Celular

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s