Por Favor, Que Horas São?

Há quem tenha atitude,
Há quem sê de bem com as atitudes,
Há quem não se dê tão bem assim com as atitudes,
E há quem, sem pensar no fim, toma alguma atitude.

Não é de assustar a quantidade de vezes que a gente pensa: “Será que mando ou não essa mensagem?” e aí decidimos alguma coisa. O negócio é que a gente nunca vai poder prever o que vai acontecer com as nossas atitudes, do contrário, é vantajoso que tenhamos alguma atitude pois esperar que sejamos surpreendidos com sorrisos em nossa direção, é depositar uma responsabilidade muito grande no destino.

Em outras  palavras, ninguém nunca vai te convidar pra sair se você não se demonstrar uma pessoa minimamente interessada em aceitar. Do mesmo jeito, ninguém vai aceitar seus convites se você, por medo ou vergonha, já antever que a resposta será negativa.

A vida é um filme sem roteiro onde o Diretor somos nós.
Ou seja, está nas nossas mãos fazer com que a vida que temos seja mais interessante. Não por ninguém, só por nós mesmos, sabe?

Só que aí a gente tem a mania de pensar demais.
Pensamos tanto que não vemos o tempo correr e as oportunidades escorrerem pelas nossas próprias mãos. Não dá pra ter uma estimativa, mas com certeza MUITA GENTE, mas MUITA GENTE MESMO já perdeu a chance de viver uma história interessante por pensar demais. É claro que isso não significa que devemos ser impulsivos, fechando o olho e fazendo o que der na telha – embora isso tenha seu lado bom -, isso significa que o tempo que se perde pensando merece ser vivido aproveitando.

Se o que queremos é juntar histórias pra contar, porque não deixamos que aconteçam?
Se o que a gente mais gosta nessa vida é compartilhar com quem gostamos as coisas boas da vida, porque a gente não deixa que essas coisas boas aconteçam? E aí surgem aquelas respostas: Porque “não é a fase”! Porque não tenho certeza”! AH VÁ. A vida afasta as pedras e nós vamos lá, trazemos de volta uma a uma, ganhando assim o prêmio de burrice humana.

Em muitos casos dá pra entender o fator trauma.
Tipo, viver uma história que beira a perfeição e no fim ser surpreendido com uma decepção sem tamanho. Ou qualquer tipo de trauma, como esse aí que você está pensando. Dá pra entender, claro que dá. Só que as contas chegam no fim do mês, ou seja, de um jeito ou de outro a vida tem que andar e a gente precisa virar a página, por mais pesada que seja.

Um livro só faz sentido quando a gente acaba de ler,
pois enquanto estamos lendo é só uma soma de suposições e impressões.
E a vida, com seus traumas, funciona exatamente igual. A gente só consegue assimilar as lições das coisas que vivemos depois que superamos.

O engraçado é que muitos dos problemas que a gente reclama somos nós mesmos que causamos, né?
Você certamente deve conhecer alguém que posta na internet o quanto a solidão tem torturado e o quanto gostaria  de ter alguém pra ver um filme num sábado a noite, ou talvez comer fora, ou talvez tudo. Aí você pensa sobre esse alguém: o que ele tem feito pra viver isso? Pois, viver uma vida que irreal aproxima coisas igualmente irreais e não as que aquecem o peito, sendo claro, não é postando foto de balada que esse alguém vai atrair alguém pra dormir de conchinha. No máximo, vai atrair outras pessoas que gostam de fotos de balada. Mas tudo isso, claro, em tese.

Faço um convite: vamos pensar.
Isso, agora está liberado pensar! Pensar no que temos feito, e mais do que isso, pensar no que não temos feito e em todas as chances que temos desperdiçado. Pensar pra de repente entender e encontrar as respostas das coisas que não fazem tanto sentido hoje, tendo em vista que, como já refletimos acima, se não totalmente, somos grandes responsáveis pelo nosso destino.

Talvez seja a hora da gente dar segundas chances, talvez seja a hora da gente recusar segundas chances. Talvez seja a hora da gente dizer mais “Sim” que “Não”. Talvez seja a hora da gente parar de criar problema onde não existe, até por quê, é desinteligente ter uma vida cercada de problemas, principalmente criados por nós.
Talvez seja a hora de gastar o tempo com coisas que tragam mais alívio que rombos no cartão de crédito. E os parques da cidade estão aí pra isso, bem como as conversas com amigos. Talvez seja a hora de pensar melhor sobre aquela pessoa, talvez seja a hora de entender que aquela outra pessoa realmente não vai mais voltar.

Talvez seja a hora de um monte de coisa, mas com certeza é a hora de tomar alguma atitude.

CURTA: http://www.facebook.com/umtravesseiroparadois <3

Anúncios

2 respostas em “Por Favor, Que Horas São?

  1. Nossa… Parece que você entra na minha mente e sabe o que estou pensanndo … Sempre o que escreve bate com o momento em que estou vivendo … Me identifico demais !

  2. Boa tarde, tudo bem?! Espero que sim!
    É a minha primeira visita à esse blog e eu gosto muito de ler opiniões diversas também sobre diversos assuntos!
    E nada melhor para pessoas que gostam de expressar sua opinião como ter ela debatida, não é? haha Pelo menos eu gosto, faz-nos abrir a mente e ver mais horizontalmente as coisas, expande nossa visão da mesma coisa.
    Enfim, tenho muito pouco tempo para escrever isso, então serei breve:
    Apesar de concordar piamente contigo quando falamos que precisamos ser pessoas com mais atitude, ainda não consigo entender porque as pessoas tem esse desejo pelo extremismo, pelo 8 ou 80. Minha opinião é que sim, devemos pensar, pois podemos diminuir os riscos de muitas coisas que podem acontecer no futuro. Não podemos simplesmente agir no impulso e não pensar nas consequencias, platão deve estar triste conosco! Empirisme-ei aqui no texto e digo que temos de pensar antes de agir! Mas sim, devemos agir! Mas da forma mais correta! Ou da forma com que faça com que haja mais possibilidades de nossos objetivos sejam alcançados. (:
    MUITO OBRIGADO pelo espaço aqui deixado para os leitos se expressarem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s