Se For Pra Ser Igual a Mim, Que Não Seja Ninguém

A vida tem razão.
Quando a gente consegue o que a gente tanto quer, nem sempre a gente valoriza.
Dá pra entender isso direitinho vendo o tempo passar.
Sempre desejei alguém que se parecesse comigo, que gostasse das mesmas músicas e compartilhasse dos mesmos livros, aí quando eu encontrei, eu cansei.

A gente não se contenta nem quando conseguimos algo que nos faz contentes.

Mas dá pra explicar isso melhor.
Sempre pareci o único a rir de algumas piadas por aí. Meus amigos sempre diziam que eu sou chato demais porque gosto de coisas que só eu gosto, mas pudera, eu não sei como eles conseguem achar graça nas piadas dos programas de TV. Prefiro comprar um outro DVD do meu seriado preferido. Mas gosto é gosto. Onde eu quero chegar é que quando finalmente encontrei alguém que gostasse do mesmo seriado que eu, que risse das mesmas piadas no sense, eu simplesmente me vi incomodado. Isso explica a estranheza em conseguir aquilo que a gente tanto deseja.

Nem sempre estamos prontos para realizar os nossos sonhos.

Até porque eles mudam tanto.
Hoje a gente quer uma coisa, daqui a meia hora já queremos outra. E do contrário do que aparentemente parece, isso não é ruim, na verdade é muito legal renovar opiniões e ter novos desejos, o problema é quando os sonhos envolvem outra pessoa.
É difícil ter que me despedir de alguém que se esforçou tanto por mim.
Pelo menos consigo ser justo e reconhecer todo esse esforço, e mais que isso, consigo agradecer por tanta dedicação. Dispensando, no entanto, o discurso de “podemos ser amigos”.
Mas o que poucos sabem e na verdade é o que me mata por dentro é que eu não gostaria que fosse assim.

Almas únicas não são completadas por almas gêmeas.

Se somos pessoas individualmente diferentes, como conseguimos alguma felicidade real ao termos ao nosso lado alguém exatamente igual ao que somos? É prático e tem um fundo de verdade. Para certos olhares pode parecer até um egoísmo, só que não é, se trata de desejar o novo, a experiência pelo que não conhecemos.
A não ser que a busca seja por alguém só para desfilar de mãos dadas pela cidade, do contrário, é certo afirmar que alguém igual a gente não traz a nossa felicidade.
Vale salientar que também não se trata de uma busca pelo mais absoluto e completo desconhecido, mas sim, pelo quê a mais que a gente só encontra em quem não parece com a gente.

O beijo que a gente menos espera é o que mais nos excita.

Ninguém gosta de assistir um filme sabendo o final.

Voltando ao foco, eu simplesmente não consigo gostar de quem se parece comigo. Mas sou cheio de covardia ao bradar mundo afora o quanto eu gostaria de ter alguém que fosse assim e assado, que gostasse de x e y, aí quando encontro alguém mais ou menos assim, eu enjoo mais rápido do que posso imaginar. E ninguém tem culpa. É só o mundo caprichando nas lições da vida.

Também dá pra ter outros pontos de vista.
Se eu não me sinto feliz ao encontrar alguém exatamente igual a mim, logo, eu não sou uma pessoa fácil de deixar feliz? Tipo, nem eu mesmo me suporto? Pode ser bem por aí também. Essas e outras loucuras andam com a gente todos os dias.
A verdade é que é muito melhor usar a sinceridade do que a conveniência.
Ter alguém só pelo frio que tem feito, pela vontade de mostrar aos amigos e outras coisas, não acrescenta em nada na vida de ninguém. Ao mesmo tempo que fazer um monte de exigências, mesmo que na brincadeira, não nos aproxima de quem esperamos, e mais, de quem realmente merecemos.

Já fui pior, já exigi demais.
Muito pior do que sonhar com um perfil que gostamos é exigir que a pessoa seja de tal e tal maneira, só pra agradar por completo. Esta é uma das maiores bobagens dessa vida. É que a gente tem mania de pedir mais do que agradecer. Nunca estamos satisfeitos, sempre pode ser melhor, sempre pode ser mais, mais e mais. E não estou falando que não podemos torcer por mais, estimular mais, esperar por mais, mas sim que é injusto exigir que a vida nos traga as coisas exatamente do jeito que queremos. Aqui, vale lembrar da história de que a gente só colhe o que planta.

Se eu pudesse voltar atrás,
falaria pra cada pessoa assim tão parecida comigo, que tentou me fazer feliz um dia e eu me cansei:
“Não quero que aceite minhas desculpas, só quero dizer que você é incrível e que tem alguém muito especial te esperando lá na frente!”

Eu queria seguir padrões,
mas só consigo seguir meu coração.

Anúncios

Uma resposta em “Se For Pra Ser Igual a Mim, Que Não Seja Ninguém

  1. Sabe, que dos amadurecimentos que meu ultimo relacionamento ocasionou uma das coisas que ficaram explícitas é que as coisas são exatamente como vc descreve, não adianta a gente querer demais, exigir certos padrões, pedir pra que seja de “tal forma”, o tempo se encarrega de trazer alguém na medida pra gente, nem de mais nem de menos, alguém que alegra nossas noites ao som de uma boa música, alguém que faz com que o simples fato de ver o dia amanhecer em silêncio seja o suficiente pra deixar o nosso coração em paz… Às vezes, querer demais é receber de menos… E sabe o que é pior? No fim das contas o que queríamos tanto nem é lá aquelas coisas, pode ser que seja apenas o prazer de “ganhar um brinquedo novo”, depois que ganha perde a graça… A ansiedade da espera é que é mais deliciosa de viver… Enfim… Que seja, que venha, que mude tudo aqui dentro de mim, que faça florescer… Que seja uma nova primavera em mim…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s