Sou Eu, Não Repare a Bagunça

Eu já quis as coisas rápido demais.
Já quis ser indubitável, já quis os fins de semana sem aproveitar a minha semana.
Hoje eu só quero a paz de poder dormir sem dor.
Se a gente parar pra pensar, embora não tenhamos ainda todas as coisas que sonhamos, já é vantagem não termos motivos pra reclamar, e mais, já é muita vantagem não aumentarmos os motivos se caso tenhamos.

Não dá pra gente ignorar fatos, mas dá pra gente viver tudo de um jeito diferente, afinal a mudança começa por dentro da gente.

Toda a pressa que eu já tive de viver um monte de coisa nunca me fez viver mais rápido.
Tudo que a nossa vontade menos precisa é de ansiedade.
Pode acreditar quando te dizerem que você é o seu pior inimigo.
De todas as coisas que a gente tem pra acreditar nessa vida, a melhor escolha é sempre nas coisas boas.

Hoje eu quero deixar a saudade no lugar dela: no passado.
Mas assumo ter a fraqueza em não resistir a um sorriso gratuito ou uma palavra inteligente soando como música ao meu ouvido.
Não que eu não tento ser forte, mas a vontade de ter um motivo pra me render é maior que a vontade de policiar.
A gente dificulta e facilita sem saber. O que a gente fez ontem pra facilitar pode ser hoje um motivo pra dificultar, e vice-versa. Isso justifica o que dizem sobre não existir regras pra viver.

É claro que eu queria uma mensagem gentil antes de dormir, mas já está de bom tamanho ter a certeza de que vou conseguir dormir.
Os olhos veem o que o nosso coração deixa ser visto.
Eu voltaria atrás e pediria uma porção de desculpas a mais; também voltaria pra dizer mais vezes o quanto eu gosto; voltaria pra ter mais atitude em situações em que não tive nenhuma. Mas nada voltaria como eu gostaria.

É bom deixar o calendário correr sem querer rasgar as folhas.

Eu também já fui devagar demais.
Eu nunca fui bom em entender sinais e talvez por isso eu acho que perdi algumas oportunidades nessa vida. Quando não foi pior: quando pensei ter entendido um sinal mas na verdade não passava de algo que não precisava ser compreendido. E então a confusão se fez.

A vida é um motor sem freio e sem acelerador,
é bobagem tentar controlar, tentar se apressar ou se forçar viver mais devagar.
Damos a partida a cada piscar de olhos e aí só vamos escolhendo as curvas pela frente.

Acho que eu já fiz gente sofrer demais.
E sem querer.
Nunca cultivei rancor em mim, nunca usei da vingança pra me aliviar.

Tem vezes que é com a melhor das nossas intenções que a gente machuca mais.

Pensando bem, eu também já cobrei demais!
Já exigi umas coisas que eu nem podia oferecer. E é loucura lembrar que eu já discuti por motivos que eu nem fazia questão de entender.

O tempo existe pra gente acompanhar, mas a gente insiste mesmo em comandar.
“Que passe logo!”, “que passa devagar”, mas nunca o “que apenas passe”.
Lá no fundo, no entanto, eu sei que não sou uma má pessoa.
Apesar de já ter feito muita coisa errada sendo que algumas delas sem querer, aqui dentro mora e sempre vai morar um coração.

Gosto de dizer que a saudade me faz companhia.
Gosto de ouvir que a minha companhia se faz saudade.
Gosto de abir a geladeira achando que não tem mais, e lá no fundo encontrar cheio um potinho de manteiga. Gosto de pegar a pasta de dente e ver que me deixaram um finzinho de presente. Gosto de enroscar meus braços em um abraço apertado quase sufocado.

Por isso que eu faço a minha parte sobre a dor.
Deixo de querer que passe rápido demais,
Deixo de querer que permaneça pra eu me vitimar,
Deixo só que ela visite de passagem, o bastante para eu colecionar mais uma lição pra aprender.
Tudo pode parecer confuso demais, mas sou eu, não repare a bagunça.

CURTA: http://www.facebook.com/umtravesseiroparadois =)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s