Se melhorar, melhora

(leia ouvindo a música!)

Eu lembro das coisas que me disse.
Lembro como se fosse ontem você me contando cada coisa que passou.
Dava pra perceber o quanto tudo aquilo te fez a fé nas coisas boas dessa vida. E vou te falar que é normal se sentir assim, nós tendemos a desistir quando as coisas não saem como o esperado. É uma fuga para tentar resolver.

Mas eu preciso te falar que eu nem sempre dei risada na minha vida.
Já passei por umas coisas que eu não desejo pra ninguém. Foi difícil ter que ouvir e aceitar algumas coisas que nunca fizeram sentido na minha cabeça, mas é o tipo de coisa que não podemos lutar contra, temos que transformar em algo bom para a nossa vida.

Mais do que aceitar a vida, precisamos torná-la melhor.

Mas eu não gosto muito de quando a gente fala do que passou.
A missão dos dias em nossa vida é mostrar o quanto não sabemos de nada quando pensamos saber de tudo; é mostrar que as lições aprendidas devem ser aplicadas. Agora eu quero deixar o passado no lugar de onde ele nunca deve sair: no passado.

Não precisa ter medo de nós dois.
Eu não previ te ver entrar na minha vida nem escolhi entrar na sua. Mas eu queria encontrar novos motivos pra sorrir mais vezes por dia e você apareceu trazendo todos os outros pra mim. Eu não quero perder o que somos, não quero deixar de construir o que estamos criando juntos a cada dia.
Me desculpe se eu estiver indo rápido demais? Me desculpe se eu parecer infantil e não conseguir entender as suas deixas e a sua vontade de ter o próprio espaço? Me desculpe se eu não demorar pra perceber que você quer desligar o telefone, que você não quer que eu te veja acordar descabelada?
É que mais do que qualquer outra coisa, eu quero cuidar de você. E cuidar é querer ficar perto. Eu quero poder te ajudar nas coisas que você não se sentir confortável pra viver. Eu quero te falar o que eu penso pra você definir o que pensa. Eu quero segurar a gangorra quando você estiver caindo, mas pra eu ser tudo isso, eu preciso que você me deixe ser.
Eu preciso que você queira viver do meu lado pra gente tentar ser melhor um com o outro, um para o outro, um pelo outro.

Eu não quero mudar quem você é. Eu não quero te fazer gostar das coisas que eu gosto, não quero que esqueça dos seus amigos, não quero que deixe eu te bancar, não quero que se sinta refém da nossa história, não quero que se canse e se arrependa de nós dois. E pra tentar evitar tudo isso, eu vou fazer só uma coisa: deixar você ser exatamente do jeito que você é. É tão bom quando a gente deita no sofá e coloca um filme pra assistir; é tão bom quando você me manda uma mensagem de saudade; é tão boa a ansiedade que eu sinto na sexta de manhã só porque a noite eu vou te ver; é tão bom poder planejar coisas pra gente fazer nem que seja fazer nada. É isso que me dá ânimo pra acordar cedo e ir trabalhar. É isso que faz com o que stress diminua. É essa a sua importância na minha vida.

Ter alguém com a gente é muito mais que mudar o status numa rede social ou um compromisso pra assumir, ter alguém com a gente é pegar as qualidades pra somar e fazer da nossa vida melhor de se viver; é pegar defeitos para equilibrar os nossos, é encontrar graça nos comerciais de TV e no jeito que os cachorros latem.

Você está convidada à viver pra sempre comigo.
E eu nem ligo para o refrão que diz que o “pra sempre, sempre acaba”, pois eu procuro não pensar no fim das coisas, mas sim no começo e em cada novo recomeço. Eu quero que todo novo selinho de “oi, que saudades!” seja equivalente ao nosso primeiro beijo depois do “quer namorar comigo?”. Eu quero que cada abraço de “até a semana que vem” no domingo a noite seja tão gostoso quanto o primeiro abraço depois do primeiro “bom dia”. Eu quero que cada “me avisa quando chegar em casa?” seja prazeroso quanto a primeira vez que eu te falei “eu passo na sua casa, me avisa a hora!”. Eu quero que cada risada de “como você é bobo!” seja tão gostosa quanto aquela primeira que você deu antes da gente dar o primeiro beijo. Eu quero que cada conselho de “você precisa mudar isso ou aquilo” seja tão importante quanto aquilo que conversamos sobre ir atrás do que se deseja e não desistir dos próprios sonhos. Lembra?

Eu quero ter você comigo pra me ajudar a ter todo o resto que preciso.
Quero você comigo pra eu poder dormir e acordar feliz todos os dias. Feliz, porém inquieto, pois eu quero você comigo pra mostrar que eu sempre posso mudar, que eu sempre posso melhorar, que eu sempre posso surpreender. Quero você comigo pra me provar que quanto mais feliz eu for, mais feliz eu vou poder fazer alguém também.

Eu não quero que esqueça do passado, quero que pense mais no futuro e viva mais o presente.
Então continua aqui comigo do jeito que gostamos de ficar e não precisa ter medo de ir desde que você prometa voltar.
Deita no meu peito aqui torta no sofá e me faz trocar de canal sem querer. Aperta a minha mão quando você se sentir a vontade pra se entregar. Olha pra mim quando alguma coisa te machucar. Fala pra mim qualquer coisa que você quiser desabafar. Canta pra mim todas as músicas que você gostar. Chora comigo em todos os filmes que a gente não aguentar. Ria comigo toda vez que na rua a gente tropeçar.

Deixa a gente provar que se melhorar, melhora. Não precisa ter medo, eu não posso garantir que nós sempre vamos acertar, mas tenha certeza que quanto mais perto a gente ficar, menos chances a gente tem de errar. E se caso a gente errar, a gente tenta de novo.

CURTA: http://www.facebook.com/umtravesseiroparadois
COMPRE: Compre agora o seu livro “Um Travesseiro Para Dois”: http://migre.me/hdGiY

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s