Não adianta ficar lendo essa mensagem mil vezes

Leia ouvindo:

As pessoas cansam da gente.
Uma hora também cansamos delas e assim vamos vivendo o calendário.
Sei que tentamos entender, tentamos decifrar o que diabos significa alguém dizer que gosta de você um dia e no outro não querer mais te ver como te via, mas se não dá pra ter certeza de muitas coisas em histórias iguais a essa, da pra ter certeza de pelo menos uma coisa, por mais vaga e assassina que seja: é assim mesmo.
E as coisas melhoram quando paramos de brigar e preferimos aceitar.
A vida é a trombada sem querer que damos em desconhecidos no metrô. Vez ou outra aceitam as nossas desculpas, vez ou outra nos pedem desculpas, mas vez ou outra também torcem o nariz e nos ignoram, bem como sequer compadecem do nosso desconforto o que dirá pedem alguma desculpa.

Na colheita da vida sábios são os que plantam para ter e não pra vender.

Dá pra gente mergulhar mais nessa angústia toda.
É louco pensar que entregamos o nosso corpo a alguém que julgamos merecedor, que abrimos espaço para companhia nos planos tão nossos, que abrimos mão de coisas que gostamos para aprender a gostar de outras também, e então, esse alguém desiste de continuar; esse alguém prefere seguir pela mesma estrada que a gente só que sem dar a mão. Aí nos vemos lá, assistindo esse mesmo alguém sumir no futuro que parece tão distante mas está logo ali naquela mensagem que não queremos apagar. E até que isso aconteça somos obrigados – não há outra palavra – somos OBRIGADOS a conviver com uma série de situações que pioram ainda mais o estado que nos encontramos. De uma hora pra outra os seriados perdem o sentido, os amigos em comum se tornam empecilho e os mesmos lugares onde íamos juntos, voltamos sozinhos. É isso. Cruel e real, mas esta é a vida que nós temos e as fases que a recheiam.

É natural perder algumas horas trocando palavras com amigos em busca de algum tipo de conforto. Eles são os melhores nisso! Repetimos o mesmo ponto de vista como se algo fosse mudar o que aconteceu. Gostamos, no entanto, de ver por outro lado – pelo menos nessa hora – e então cavamos motivos pra trazer alívio já que o coração falta saltar pela boca às vezes de tanta raiva, às vezes de tanta dor e em todas as vezes de tanta saudade.
Então faz bem ouvir pontos de vista de quem gostamos. Muitas vezes a nossa vontade é ouvir coisas que materializam as cenas que a gente imagina, tipo: “Já já a pessoa vai te ligar e vocês vão se acertar” e frases otimistas como essa soam como música e injetam sorrisos nos nossos rostos já tão enrugados de chorar. Só que o tempo passa, ninguém liga, nada se acerta e as contas não param de chegar. As folhas do calendário não param de passar.

As pessoas cansam da gente por vários motivos.
Umas se encantam com novos sorrisos, outras pelo fascínio que uma vida sem saudade é capaz de proporcionar. Tem também os que cansam por simplesmente não conseguirem mais se esforçar, por não conseguirem mais se manter a altura e não conseguirem retribuir o esforço que fazemos.

Alguns motivos para o cansaço das pessoas que gostamos até que fazem sentido, outros só sentindo.

Dói porque parece que a partir de então vivemos todos os dias para apagar qualquer tipo de lembrança e cada vez que a gente tenta esquecer, mais forte fica essa lembrança. O nome dos atendentes pela cidade são os mesmos e até as pessoas novas que conhecemos fazem a lembrança voltar involuntariamente.
O processo de desapego é doloroso. Leva tempo até que as músicas percam o sentido que ganharam. Demora muito até que seja possível passar naquela mesma rua de novo. Mas não podemos nos tornar reféns da vida que temos! Esta mesma vida, que embora incontrolável, é por vezes deliciosamente imprevisível e tão responsável por nos fazer renascer quando o buraco mais parece não ter fim.

A vantagem de chegar no fim do poço é valorizar o esforço que é preciso para voltar.

Isso significa que por mais doloroso que seja o fim, ele sempre terá uma lição pra colecionar.

A vida é boa demais para ser vivida com migalhas.
É necessário saber diferenciar esperança de caprichos.
As mensagens de “Oi, sumiu, você tá bem?” não necessariamente significam uma reconciliação, podem significar exatamente o que expressam, ou seja, nada mais que um ‘oi, sumiu, você tá bem?’. E nós somos os responsáveis por consumir a vida que temos!
Nós somos o que queremos ser! E o que somos é fruto do que já fomos.
Migalhas de esperança estão longe de preencher um coração.
Então é importante manter os pés no chão e não ceder à possíveis caprichos, pois as pessoas são ruins.

As pessoas são terrivelmente ruins quando querem!
Tem gente que gosta de provocar só pra ver a nossa reação. Tem gente que provoca ciúmes só pra que ver como será a nossa reação. Tem gente que inventa história pra ver se vamos nos comover. Tem gente que conta mentiras pra ver se vamos ceder. As pessoas são terríveis quando querem. É claro que seria tolice generalizar, mas a moral disso é que é preciso respirar.

É preciso respirar quando o coração quiser acelerar.
Não significa que conseguimos, mas sim que é preciso.

As pessoas cansam da gente.
E delas, porém, nós também cansamos.

Compre agora o seu livro “Um Travesseiro Para Dois”http://migre.me/hdGiY
CURTA:
 http://www.facebook.com/umtravesseiroparadois

Anúncios

6 respostas em “Não adianta ficar lendo essa mensagem mil vezes

  1. Aquele momento em que você lê e pensa: quem contou minha vida pra ele? Quem falou que, justamente hoje, a limpa da caixa de mensagens me fez ouvir “aquela música” maldita e chorar copiosamente porque as pessoas cansam? Sim, elas mudam, mas eu queria aviso prévio. Obrigada por esse texto maravilhoso que, nos silêncios do meu dia, foi a voz que precisava ouvir.

    Que eu me canse também, amém.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s