Primeiro tenta, depois vê no que vai dar

Você é reativa demais.
Eu não consigo quebrar esse seu gelo todo do seu jeito.
E a merda é que fico em dúvida se o que sente é repulsa pela minha aproximação ou se é aquilo: o medo de sofrer de novo.
Mas como é que eu vou conseguir te provar que eu não quero te fazer mal?
Como eu vou te provar que minhas gentilezas são por você e não por vontade de querer transar com você depois e ser só mais uma na minha vida?
Eu me pergunto um milhão de vezes sobre o quanto eu ainda vou ter que me esforçar pra mostrar que a minha intenção é te fazer sentir especial.

Eu imagino as coisas que deve ter vivido, imagino os desgraçados que devem ter passado pela sua vida – imagino os ótimos momentos também -, mas é injusto me colocar na luta contra o seu passado, que aliás, eu nem quero lutar. Não é uma força que eu quero gastar. Eu não quero ocupar o lugar de ninguém. Eu não quero te fazer esquecer nada. Eu gostaria que olhasse pra mim.

Eu fico irritado por quê como qualquer pessoa fico procurando resposta, fico tentando entender onde diabos estou errando, e com isso, acabo me sentindo uma bosta de você. “O problema não é com você” – você pode me dizer, mas em quem é o caralho desse problema? Se é em você, porque raios você não se ajuda?

É didaticamente mais fácil resolver um problema quando somos nós mesmos quem o criamos.

COMO É QUE VOCÊ VAI SABER QUE EU VOU TE FAZER MAL SE VOCÊ NEM DEIXA EU TE MOSTRAR QUEM EU SOU?

Sabe, eu te entendo.
Eu sei que hoje em dia “a maioria” das histórias passam por esse roteiro onde o homem se faz o melhor homem do mundo, e depois que transa, ele vira um traste e desaparece, isso quando não fala um monte de bosta. Mas aí eu te pergunto: essa história de “é por isso que não confio em ninguém” vai te levar pra onde? Qual é a solução pra isso? Se trancar em casa, cancelar os perfis nas redes sociais, quebrar o celular e viver só de trabalho? Quem é que consegue isso? Ou melhor, pra que conseguir isso, né? Eu quero dizer que por mais que você tenha se fodido com outras experiências, isso de forma alguma garante que todas as suas próximas serão desastrosas.

“É que sei lá, tá difícil confiar em alguém hoje em dia…”
E qual o parâmetro pra isso? As suas últimas sei lá, 10 histórias?
Os valores foram amaldiçoados.

Estamos tão acostumados com as coisas ruins que sequer cogitamos que as boas aconteçam. Estamos tão acostumados com as pessoas ruins que sequer cogitamos que as boas apareçam.

É uma defesa: Até que prove o contrário aquele cara é um canalha.
Mas isso não entra na minha cabeça. Penso no tempo que se perde com essa conversinha fiada como se fosse mesmo prevenir os dias ruins. Isso não quer dizer porra nenhuma! É justamente pelas pessoas mais filhas da puta que a gente pode se apaixonar. O problema é quando você corta as possibilidades antes delas nascerem.

Eu queria tanto saber mais de você.
Não quero que me dê confiança, quero conquistá-la, mas pra isso, você precisa me ajudar a te ajudar.

Você é reativa demais.
Compartilha frases de efeito mas nem liga para o efeito de cada uma delas.
A impressão que eu tenho é que você quer se comportar como uma pessoa sentimentalmente engajada, cheia de pontos de vistas e verdades sobre as pessoas, mas que no fundo é dominada por um dos piores sentimentos: o medo.
Medo esse que se transforma em covardia num estalar dedos.

O problema é que desse modo você acaba parecendo uma pessoa falsa. Desculpe falar.
Eu não consigo confiar nas suas risadas na internet. Não consigo ver o que te faz bem.
O que eu vejo é só alguém tentando passar alguma impressão que não é o que de fato vive. Alguém que a vida engole pouco a pouco todos os dias com essa rotina de casa para o trabalho, e que vez ou outra, se esconde numa balada qualquer.

Não estou te confessando amor, não estou te pedindo em casamento, eu só estou implorando pra você se permitir viver.

Que graça teria a vida se fosse possível de ser prevista?
Desse modo, a gente saberia como lidar com as coisas ruins. Mas isso nos faria crescer? Quando a gente aprenderia alguma coisa?
Desse modo, a gente saberia como lidar com as coisas boas. Mas a gente seria real ou seríamos robôs com manual de instrução sobre como e quando sorrir?

Eu sou alguém fodido também. Assim como 100% desse mundo já foi ou vai ser em algum momento da vida. Também apostei em pessoas que não me fizeram bem como eu esperava. Também me senti usado. Também pareci um idiota me preocupando enquanto a fulana nem sequer se importava se eu estava vivo.
Mas confesso, tenho uma persistência que às vezes até me irrita.
Tenho 1 milhão de motivos pra desencanar das pessoas e mudar pra alguma aldeia e morar com os índios, mas não é esse tipo de aventura que eu quero pra minha vida.

Os dias bons que já vivi me fizeram ver todos os melhores que ainda posso viver.

E por isso eu sigo tentando.
Por isso eu te dou tanta atenção, por isso eu demonstro que gosto e me preocupo com você. Por isso eu gosto de dividir meu dia com o seu, assim como já dividi com outras pessoas. Por isso eu recomeço e volto e contar desde o começo a minha história pra você. Por isso eu não ligo em passar por todas aquelas fases de quando a gente está conhecendo alguém. Por isso eu não me importo em fazer de novo tudo que já fiz por um monte de gente, onde algumas vezes deu certo, outras nem tanto. Eu não paro de tentar, é neste mundo que eu vivo e é nele em que eu vou viver mais dias felizes. E eu ia achar incrível se você conseguisse pensar sobre isso que estou te falando.

Não tem como ir num aeroporto e pegar um voo para marte pra tentar ser feliz lá.
É aqui mesmo onde a vida acontece. Entre as pessoas que já nos foderam um dia, as que nos fizeram bem e as que ainda nem conheço. É tudo neste mesmo mundo.
Não precisa concordar, mas pensa em tudo isso pelo menos.
Você é especial demais.

tumblr-lxdzgiWF9m1qg8dbxo1-500-large

Compre o livro “Um Travesseiro Para Dois”:  http://bit.ly/1wRjIvt
Márcio Rodrigues. – http://www.bit.ly/TUKoPd
foto: tumblr.
instagram: @marciorodriguees
contato: mrs.contato@gmail.com
+ textos exclusivos na página do blog no Facebook:http://www.facebook.com/umtravesseiroparadois

Anúncios

13 respostas em “Primeiro tenta, depois vê no que vai dar

  1. Esse podia mesmo ser só outro texto sentimental, falando o que as pessoas desejam ouvir .. Ter aquela ilusão de que cada palavra foi escrita pra vc e se sentir, ao menos por um faz de conta fast-food, amada. Entretanto há algo nesse texto que o diferencia… Além de ter sim as carácteristicas acima ( pois em um mundo carente isso realmente funciona) o texto conseguiu chegar na origem do problema, sofremos por falta de amor sem perceber que deixamos de ser capazes de amar ou ser amado de forma livre, sem tantos medos ou desconfiança. O Amor perdeu a pureza , a liberdade, virou quase um serviço prestado… A propaganda tem q ser muito boa… Vc tem q confiar mto no produto para não cair em nenhum golpe e a qualquer sinal de que o serviço nao esta sendo vem realizado, despedimos aquele prestador e, se houver necessidade, procuramos novamente o serviço, mas agora com criterio q veiram a perfeiçao… Ngm qrer ser passado para trás. Parabens ao autor do texto, e ao dono do blog , q mesmo que com possíveis intenções comerciais faz um serviço a sociedade ao ensiná- la e encorajá-la a voltar a amar apaixonadamente , sem qualquer razão racional, apenas amar. Obrigada!

  2. Texto muito real com o meu momento….
    com o de todo mundo (ou a grande maioria) que se fode sempre… se entrega, se doa por inteiro e depois leva uma puta rasteira….
    se perde pelo caminho pra se achar mais adiante e tentar de novo… e outra vez e novamente!!!
    Parabéns….

  3. Parabéns, estou amando cada frase que você escreve! sabe quando você lê uma coisa e fica maravilhada pois se identifica ? então, esse é meu sentimento nesse exato momento, ótimo trabalha!!!

  4. Você escreve pra mim? Meu Deus, a cada texto seu que eu leio parece que você me conhece perfeitamente e escreve tudo pra ver se entra alguma coisa na minha cabeça ou no meu coração, talvez.
    Parabéns pelos textos… você consegue fazer com que ainda haja um pouquinho de esperança dentro de mim.

    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s