Você Está Fazendo Isso Errado

Acho que não é muito bem por aí.
Não que eu exija demais, só que eu acho que as coisas não são muito do jeito que você está tentando fazer.
Bem, pra começar, vamos entender que estamos falando de nós dois e das coisas que você me falou esses dias, nas quais respeito e valorizo muito e me considero uma pessoa de muita sorte por conseguir despertar tantos bons sentimentos em você.

Só que não é bem assim.
Declarações não garantem relações. Potencializam.

Sei muito bem do que estou falando pois já passei por isso antes. E inclusive, na sua posição de ser quem gosta tanto. Lembro que demorei tanto pra falar, decorei algumas frases, tudo pra de alguma maneira provar que o que eu sentia não era brincadeira, que era real e muito sério. Só que as coisas não correram conforme o meu esperado e foi aí que aprendi.

O que isso tem a ver com a gente é que eu acho que você tem usado um jeito estranho e isso não está fazendo bem.

Pior do que não querer é não facilitar.
E esse não é meu caso. Eu gosto de você, mas não queira me obrigar a te amar.
Entenda que todos os seus esforços com o objetivo de me comover não tem dado muito certo. Todos os presentes, alguns aparentemente bem caros, fazem com que eu me sinta uma pessoa especial pra você, mas não asseguram que aconteça algo entre nós.

Transborde amor, mas não se afogue na enchente.

Não precisa se preocupar em me acompanhar na volta pra casa, em me dar os livros que  eu comento ou em me comprar os DVD’s das músicas que eu posto na internet, não precisa ir por esse lado.

O jeito de dizer uma palavra impressiona mais do que a palavra dita.

É claro que não acho que esteja tentando me comprar, não vou entrar nesse mérito. Até porque desde que nos conhecemos já deixei bem claro esse essa é uma das coisas que mais odeio nas pessoas em geral. O seu problema é esse seu esforço cego.

A diferença entre convencer e conquistar é o que eu preciso sentir da sua parte.

Você já me convenceu do quanto gosta de mim, do quanto me faria feliz e do quanto a gente poderia viver muitas coisas boas juntos, mas você tem se esquecido de me conquistar.

Seus presentes me trazem sorrisos mas não aquecem meu coração.

E eu gostaria que não encarasse isso como insensibilidade, e sim como sinceridade, pois eu poderia me aproveitar e deixar no ar o quanto os seus agrados me fazem feliz, só que eu prefiro deixar claro que tudo isso é bonito, mas não é especial.

Não que eu seja um produto com um manual de como conquistar, mas as premissas são simples e foram elas que aprendi nas vezes que me vi nos eu lugar.

Ao invés de se fazer presente curtindo todos os meus posts e fotos na internet, poste algo que mostre como você é e como você pensa; ao invés de me falar sobre as coisas que tem comprado, me diga algo que você consiga fazer que não precise de dinheiro.

Isso não é lição de moral, só estou dizendo que pelo menos comigo algumas das coisas que tem feito não estão dando resultado.

Tudo que eu espero de qualquer pessoa é que ela seja pra mim exatamente o que ela é pra todas.

E você é uma pessoa boa, não precisa me provar isso, só precisa me deixar ver.

#CURTA: http://www.facebook.com/umtravesseiroparadois

Um Sol Maior Para Inspirar Bons Dias

Ri de um jeito que eu gosto de ver.
Fala sobre coisas que eu gosto de falar e de um jeito que eu sempre quis conversar.
Entende algumas das coisas que pensei ser a única pessoa a entender, vendo tudo de uma forma mais especial que o normal, bem fora do convencional, me fazendo sentir especial, profundamente sentimental.

Sem qualquer esforço,
é só uma questão de ser assim, você de fato, é assim.
Tem época que a gente fica um tempo sem se falar, a gente meio que perde o contato por motivos casuais, mas quando voltamos a minha vontade é de não parar nunca mais. Dispensamos a formalidade do “oi, tudo bem?” para irmos direto a um assunto capaz de construir um momento que seja nosso, um momento que eu posso reviver mesmo você estando longe de mim.

A gente também não costuma se ver tanto. Na verdade isso raramente acontece, mas eu lembro de cada detalhe das vezes em que aconteceu. Desde o preto do seu último vestido, ao bege do seu casaco naquela primeira vez. Não pense que eu me forço a lembrar dessas coisas para tentar te impressionar, mas parece que tem um botãozinho na minha cabeça que liga quando certas coisas me tocam, como se falassem: “essa lembrança você deve guardar pra você lembrar quando só tiver a saudade como companhia” E é isso que eu faço em tudo na minha vida.

Você não faz ideia de como eu fico quando a gente se fala.
Quando estou perto de alguém então, é inevitável, acabo não ouvindo nenhuma palavra ao redor e passo por ignorante ou sei lá o quê, mas a verdade é que eu não quero que nada interrompa aquele que vem a ser um momento só nosso.

Converso com você pela internet olhando a sua foto e pensando no dia em que tirou. Nela  teus olhos não conseguem esconder como você estava feliz e em como a felicidade há de fazer parte da sua vida. Percebo isso também quando a gente conta um pouco sobre como vão nossas famílias. A minha vai sempre bem ainda bem, e a sua vai melhor ainda. Sempre vem com uma história nova que me tira uma risada sincera, sempre vem com um detalhe que mais parece ser um roteiro de cinema do que um dia na sua família. É bonito ver, embora de longe, como você lida com seus pais e irmãos, o quanto você valoriza a base de ter os abraços dentro de casa. Isso reflete no jeito que você fala delicadamente no diminutivo e no jeito que inventa palavas palavras para colorir a vida.

Vida que mais que vivida deve ser celebrada.

É assim que você a vive. Dançando ao som dos versos que você pode repetir em voz alta e tão somente sob os olhares de uma vizinhança esperta até demais. Pega uma bebida, estica as pernas e entre um DVD de filme e um de música, prefere aquele que traduza como a vida pode ser mais bonita pelo sol. Pelo sol maior.

É que com você as coisas são diferentes e eu gosto de como sou diferente quando estou com você.
Gosto de te ouvir falar, gosto de presenciar as palavras que inventa. Gosto quando me imita e começa a falar as gírias que eu tento evitar. Gosto quando a gente visivelmente ri um do outro só por um ter imitado o outro.
Essas coisas nos aproximam mais do que podemos imaginar.

É na ausência do abraço que a gente sente o valor da presença.

É engraçado porque muitas vezes estou na minha, quieto, e aí vem você do nada com algum assunto sem-cumprimento que já me faz querer falar sobre isso por horas, já me faz querer saber mais sobre você, sobre o que gosta.

Tem gente que a gente quer ver feliz só por ver. Sem pra quê.

E você é assim pra mim.
Sem roteiro dramático, sem histórias com lágrimas de ponto final, você é uma luz que invade a minha rotina e me faz querer ter uma vontade de me tornar uma pessoa melhor e mais interessante, pois, é me baseando nas suas qualidades que eu vejo o quanto eu posso ser uma pessoa boa, não para me comparar com você, mas para me refletir em você de um jeito só meu.

Isso é um pouco sobre o que eu penso de um jeito que eu gosto de dizer.
Isso é sobre o valor que eu dou ao seu jeito de sorrir e a sua risada com ortografia engraçada.!

Sem pretensão alguma além de mostrar como eu poderia ficar horas falando o quanto eu quero te ter na minha vida pra sempre.

E desculpa 1° de Abril, mas isso não é mentira.

CURTA: http://www.facebook.com/umtravesseiroparadois <3

Parece Bobagem Vendo de Fora, Né?

Leia ouvindo: http://www.youtube.com/watch?v=n2nMv-eULfg

Isso, faz isso!
Você está agindo certinho dessa maneira. Mas também pudera, eu não poderia esperar outra coisa de alguém que simplesmente não gosta de admitir que também erra, nem mais nem menos, mas igual a qualquer ser humano. Mas você não, você tem perfeição, a razão é sempre sua. Por isso faz sentido agir desse jeito e vir com sete pedras na mão pra cima de mim, e o pior, com a maior cara de pau do mundo tentando me convencer que a culpa é exclusivamente minha para as coisas não estarem dando certo como já deu um dia.

Do contrário de você, eu assumo que erro. E não é pouco! Erro quando quero acertar e erro quando me excedo, mas a discussão aqui não é essa, mas você tem mania de tentar reverter as coisas pro seu lado todas as vezes. Sério que não cansa disso?

Eu que comecei sim essa briga toda, mas tem um motivo pra isso, eu quero falar sobre a gente e mais exatamente sobre você, que por mais raiva que eu sinta agora, sei que é alguém que eu gostaria de viver o resto dos meus dias e – de novo – do contrário de você, não tenho vergonha de falar isso na sua cara.

O negócio é que eu não aguento mais ser segundo plano pra tudo na sua vida. E por favor, não queria me pedir calma!
Cansei de não ver o seu esforço. É só por isso que estou falando, só pelo esforço. É muito previsível agora você vir com um discurso pronto de que “você espera demais das pessoas”, “você não valoriza as coisas que eu faço”, “você quer que eu seja igual à você”, e eu te digo na sua cara, que não é disso que estou falando. Estou falando exatamente o contrário, falo sobre eu esperar sua reciprocidade, sobre eu querer valorizar algo que você faça com sinceridade pra mim, e jamais, jamais vou querer que seja igual à mim, só quero que seja você, você que eu conheci e me conquistou com o teu próprio jeito.
Inevitavelmente acabo pensando se o problema está mim, se enjoou do meu jeito, se eu já não tenho mais graça pra nada, sei lá, coisas do tipo. É que é uma merda, se coloca no meu lugar. Começa e lembrar das vezes que eu te pedi pra fazer algo, nas festas de amigos que pedi pra me acompanhar, ou nos filmes que eu disse que gostaria de ver, tenta se lembrar e tenta ver quantas vezes você aceitou, e das vezes que aceitou, quantas foi porque você quis e não porque você queria meu silêncio com aquele jogo: “É isso que você queria então? Tá feliz?”.

Gosto do mínimo, não de migalhas.

E é exatamente assim que tenho me visto com você; vivendo com restos, humilhando carinhos e respostas de SMS, me ajoelhando pra você querer fazer algo que te faça mover 1 dedo por mim. Isso não é o que eu idealizo de felicidade.

Olha o jeito que você fica quando eu só toco no assunto? Se descontrola, quer falar mais alto que eu, me xinga, não me olha nos olhos, finge que está me ouvindo, se distrai, por favor, presta atenção no jeito que você age… Até parece que eu gosto desse tipo de conversa! Claro que não! Por mim eu aproveitaria esse tempo agora com você fazendo qualquer merda de outra coisa a não ser olhar pra sua cara e me queixar pela sua falta de  esforço por mim, pela gente.

Entenda que eu não falaria tanta coisa se você não fosse importante pra mim.
Tenho milhares de coisas pra jogar na sua cara e te fazer chorar aqui na minha frente só ao lembrar de todas as vezes em que você se desesperou e só tinha a mim pra te ajudar, sendo que em todas elas ajudei com o maior prazer e com o objetivo de te ver bem de novo, te ver bem como eu tanto gosto.

Olha, te dou o direito de estranhar essa minha explosão e seria bobagem eu tentar explicar porque estou agindo assim, mas coloca uma coisa na sua cabeça, estou desse jeito, um poço de nervos e à beira da loucura porque eu gosto de você, acredito em você, na gente, nos que já vivemos.

Esquece tudo que já te pedi e me atenda apenas um pedido: mostre que gosta mim. Não estou pedindo demonstrações incríveis, carros de som, presentes caros e surpresas do nível, estou pedindo você de volta, você que me encantou, você que eu tanto gosto, você que me faz sentir melhor. Faz um esforço pela gente, para de ser tão intransigente, para de querer ensinar tanto e tenta aprender um pouco, não comigo, mas com a nossa vida.
Só tenta, pelo menos.

Pronto, acabei, é isso.

É Tão Inacreditável Que Parece Brincadeira

É bom começar explicando uma coisa: o fato de vivermos no mesmo mundo não significa que temos controle um sobre o outro, ok? Então assim, antes de mais nada, é importante colocar na cabeça que o mundo é o mesmo, mas as pessoas são diferentes, que essas pessoas diferentes possuem os mesmos sentimentos mas demonstram e vivem de formas diferentes. Ficou claro até aqui? Espero que sim.

Agora sobre o que eu ia falar de fato, me diz uma coisa, o que aconteceu na sua vida? O que te fez ficar agir assim? Gostaria de saber, porque olha, pra uma mudança tão drástica assim do nada deve ter acontecido algo muito sério.
Entenda que não quero ser insensível, mas vamos refletir sobre o que está acontecendo.

Depois tanto tempo, tanto esforço, tanta coisa que eu fiz com você nunca se importando, sempre argumentando que as minhas tentativas eram em vão, que acabou, que a hora passou, que a página virou e mais aquele monte de merda, é isso mesmo, um monte de merda que você me falava com se fosse a pessoa mais certa do mundo, depois de tudo isso, você simplesmente tem a cara de pau de me procurar e pedir pra gente começar do zero?

Ah, por favor, presta atenção, como você não consegue ter vergonha disso? E é claro que não me entra na cabeça um negócio desse, não tem o menor cabimento e vou te explicar por quê. Como eu já disse, dediquei muito tempo da minha vida pra gente ficar bem, tentei de mil formas te convencer que a nossa história merecia uma chance pelas coisas que já tínhamos vivido, repito, dediquei MUITO tempo, e daí que simplesmente do nada, e pior, quando eu finalmente consigo andar por essa cidade com a cabeça livre, quando eu finalmente consigo virar essa merda de página como você adorava me pedir “ah, vira a página, já deu” você vem com esse discurso de “vamos tentar de novo?”. Sinceramente? A minha vontade é rir da sua cara, talvez por dó, talvez por raiva, talvez pelas duas coisas misturadas e multiplicadas.

Não, não vai ter nada de recomeço nenhum, não vai ter “tentar outra vez” e essa é a minha resposta pra você.
Olha, pare pra pensar e tente se lembrar das coisas que eu fiz, tente se lembrar para não dizer depois que eu não me esforcei, porque eu não consigo lembrar de uma pequena coisa que eu não tenha dito ou feito pra você e por você. Só que de nada valeu, nada te mudou, te tocou, não aconteceu nada e o que eu mais ouvia de você era pra eu parar com isso, que eu já estava me humilhando, que a nossa história tinha sido bonita, mas já era passado.

Que chame de rancor, que chame do que for, estou pouco me importando para o que você pode chamar isso ou pelo que pode achar de mim, acontece que diferente de você, eu não consigo levar a minha vida sem sinceridade, eu não consigo fingir que sinto alguma coisa, e mais, eu não consigo destratar as pessoas igual você fez comigo. Por isso – o que já é o bastante – e por mais um monte de coisa que eu te digo NÃO.

Você preferiu abrir mão de tudo a ter que considerar tudo.

Eu sou uma das pessoas que mais valorizo segundas chances nesse mundo, acho saudável e realmente pode dar certo. Penso que as pessoas podem sim mudar. Só que no nosso caso, ou melhor, no teu caso, você me fez muito mal, você me desrespeitou, você me ignorou, você não se importava comigo, você fugia, você mentia, você desaparecia. E essas coisas, pouco a pouco, foram criando uma casca dentro de mim, na verdade foram criando uma armadura contra você, algo que me blindasse ao tentar fazer algo por você.
Devo confessar, no entanto, que me bate a curiosidade de saber o que aconteceu com você, se alguém te falou algo, se te deram o maior fora da sua vida, queria saber o que fez você baixar a bola assim.

É claro que eu ainda gosto de você, só que agora eu gosto mais de mim.

Hoje eu sou mais eu, como nunca fui antes, hoje eu só quero perto de mim as pessoas que me querem por perto, hoje eu só quero ouvir a risada de quem realmente achou graça, hoje eu só quero uma mensagem no celular de quem realmente sentiu saudade, hoje eu só quero a vida de verdade. E dessa minha vida você não faz parte.

Parece grosseria da minha parte, né? Entendo você. É que vendo de fora assim né, você com toda a razão do mundo se fazendo de vítima, se fazendo da pessoa que mais errou nesse mundo comigo, se fazendo a pessoa que mais pode mudar, você desse jeito todo é claro que vai parecer grosseria ouvir meia dúzia de verdade.

Seria bom pra você se eu falasse o que quer ouvir, mas aí não seria eu.

Portanto, até aplaudo sua atitude e certa coragem, valorizo a tentativa, pena que vai ser em vão, porque das poucas certezas que tenho na minha vida, uma delas é que eu não quero que você faça parte dela de novo.

A gente vive no mesmo mundo, mas somos pessoas diferentes, vontades diferentes e absolutamente nada é como a gente quer que seja, elas são como devem ser.
Pega isso pra sua vida. Pensa pelo lado bom, algum bem ainda estou tentando te fazer.

Faz Assim: Se Coloca No Meu Lugar

O problema é que você pensa que tudo é fácil demais, que eu tenho a obrigação de te entender, que você é assim mesmo e que cabe a mim aceitar, e pior, que justamente por a gente estar juntos a tanto tempo é que eu devo aceitar mais o teu jeito. Só que não é assim que funciona na prática.

Eu convivo com teus defeitos, mas não me peça pra aceitá-los.
Tem horas que esse teu jeito me machuca. É uma inconsequência de atitude tão grande que me faz perder o ar, porque você justifica tudo com “eu não faço por maldade, eu sou assim”, ok se você assim, mas que mude ou que pense que todas as suas atitudes influenciarão a minha vida. Quero muito que pense que os teus atos não são mais só teus, eles refletem em mim.

Parece que tem horas que não te faz a menor diferença se estou bem ou não. Percebo isso quando me sinto na angústia e te procuro só pra pedir emprestado um dos teus ombros ou meia dúzia de palavras para me manter em pé, mas você não percebe, você só olha para o próprio umbigo e quando eu reclamo justifica dizendo que o que eu falo não faz o menor sentido. É claro que não faz né, é comigo, é sobre mim e não com você.

E sabe o que me dá ainda mais raiva? É que apesar do seu aparente desinteresse nas coisas que eu te digo, eu ainda me preocupo com você e pergunto se está tudo bem, se teu dia foi legal, se teve algum tipo de problema ou se quer conversar sobre qualquer coisa. Eu me esforço pra te ver bem, tudo que eu quero e não meço esforço pra isso é te ver bem, entende?

Não estou pedindo que seja igual a mim, de você eu só quero o mínimo que qualquer pessoa pode fazer pela outra. Não peço e nem espero que mude, mas seria interessante se você pensasse e se colocasse no meu lugar, seria bom se imaginasse como seria pra você se eu fosse quem não me importasse, quem não ligasse, quem não fizesse esforço. Tenho certeza que você, com toda a sua inteligência – sem ironia, juro -, sabe do que estou falando.

Eu deveria ter te falado isso muito antes, eu sei, mas eu tentava encontrar uma maneira de pensar que eu estou exagerando, sei lá. Sempre parei pra pensar muito nos motivos pelos quais fico triste e em todas às vezes eu encontrava um motivo para me culpar por isso, aí eu tentava reverter, fazendo o quê? Fazendo de conta que não aconteceu o que você me fez. Só que eu cansei.

Não pense que estou falando tudo isso pra gente dar um fim e acabar por aqui mesmo, muito pelo contrário, eu sinto amor você, amor que pra mim é muito real e não é de hoje, acontece que eu acho justo que a gente conserte algumas coisas para que os dois, embora muito diferentes um do outro, possam viver em sintonia de sentimento, para que eu não precise sentir receio de dizer que gosto de você, para que eu não me torture em pensamento quando me perguntarem sobre o teu jeito. Entende?

Não precisa mudar quem você é, só precisa me tratar diferente.
Só precisa lembrar de me fazer sentir especial.
Você só precisa me emprestar um ombro quando eu te pedir.